BRKM5 Análise Fundamentalista: Não olhe para o Lucro Líquido!

Análise fundamentalista BRKM5: Aqui você verá uma análise da Braskem utilizando um livro famoso aqui do blog.

Mas, além de trazer a mesma análise dos últimos estudos, nas quais abordo produtividade, geração de caixa e endividamento.

também vou mostrar o porquê você não deve levar o lucro líquido tão a sério.

E a Braskem irá nos ajudar a entender isso.

BRKM5 Análise Fundamentalista: Não dê tanta atenção ao Lucro Líquido!

Claro que devemos nos atentar ao lucro líquido das empresas. Mas as vezes ele pode esconder algo de nós caso não se observe a empresa mais atentamente.

O Investidor Inglês já cometeu o erro de ignorar empresas que registraram lucro líquido negativo, ou seja, prejuízo.

Entretanto, o prejuízo pode ter sido meramente uma questão contábil.

Vejamos o quadro abaixo:

BRKM5 Análise fundamentalista

Note que a Braskem apresentou prejuízo em 2016.

Só este fato já fazia com que eu parasse a analise por aqui e fosse procurar outra ação.

Mas será que a empresa realmente teve prejuízo?

Isso descobrimos olhando para o Demonstrativo de Fluxo de Caixa. Para ver este caso, vá até a:

  • Página da B3 – Empresas Listadas – Procure a Braskem
  • No canto direito, clique em “Sobre a empresa” e clique em “relatórios estruturados”
  • Altere o ano para 2018 e clique em “31/12/2017 – Demonstrações Financeiras Padronizadas.

Ao clicar irá abrir um popup com o balanço de 2017 e 2016 da BRKM5.

Maximize a janela e observará que estamos na tela Demonstração do Resultado. Mude para Demonstração do Fluxo de Caixa.

Nesta tela, o primeiro item é – Caixa Líquido Atividades Operacionais. Esse item é o que chamamos de Fluxo de Caixa Operacional (FCO), ou seja, é:

…o quanto a empresa gerou de caixa (dinheiro) em suas operações menos as despesas e gastos decorrentes da industrialização, comercialização ou prestação de serviços da empresa.

Depois da breve explicação, veja que em 2016, ano de prejuízo da empresa, a Braskem gerou quase 4 bilhões e meio de reais.

A título de curiosidade, em 2021 a empresa gerou quase 15 bilhões!

Contudo, observando apenas este item, não sabemos o quanto entrou de dinheiro na empresa.

Para saber isso, desça a tela até encontrar – Caixa Líquido Atividades de Investimento.

Agora pegue o valor do Caixa Líquido Atividades Operacionais e subtraia com o valor do Caixa Líquido Atividades de Investimento.

Com isso, temos nosso Fluxo de Caixa Livre.

Se o valor for positivo, mostra que sobrou dinheiro depois de descontar os investimentos da empresa.

Logo é neste item que verificamos a saúde financeira da empresa.

No caso da Braskem, se você fez as contas notou que entrou em seu caixa míseros 1.905.418 bilhões de reais.

Quase 2 bi!

Claro que isso por si só não quer dizer que a empresa seja boa. Mas acaba com essa questão de: – Ah! empresa que não lucrou não presta!

Não é bem assim jovem. As vezes perdemos oportunidades por acabar dando atenção a um mero número contábil.

Agora vamos seguir com a análise fundamentalista da BRKM5 verificando sua produtividade.

Produtividade

Indo para a página de Demonstração do Resultado, somamos os itens Receita de Venda de Bens e/ou Serviços e Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos (CPV).

O resultado da soma nos dá o resultado bruto da empresa. Pegamos esse valor e dividimos pela receita de vendas e obtemos a margem bruta.

Com este indicador, temos uma visão de como está a produtividade de uma empresa.

Vejamos como está a da Braskem:

Ano20212020201920182017
Margem Bruta30,35%19,15%12,70%19,99%26,11%

Olhando para a tabela acima, note que a BRKM5 conseguiu aumentar sua produtividade em 2021.

Pois segundo o livro Investindo para Vencer, a margem bruta mostra a produtividade operacional da fabricação de um produto da empresa.

Desde a entrada da matéria prima até a saída do produto final.

Geração de caixa

Mais uma empresa que viu seu lucro por ação “explodir” em 2021. Vimos isso na UNIP6 e na TASA4.

Outro ponto de destaque é o FCL Capex por ação, que tenta demonstrar o quanto a empresa gera de caixa por ação.

Ele também deu um belo salto em 2021.

FCL Capex é o Fluxo de Caixa Operacional menos o Capex. Caso não saiba, Capex é a soma dos investimentos em Intangíveis e Imobilizados.

Não me estenderei por aqui. Mille diz que não há um padrão para verificar isso nas empresas, pois cada uma opera de um jeito.

Esta parte do livro é bem interessante. Leia!

Endividamento

Depois da explosão da Dívida bruta/PL em 2015, a Braskem conseguiu reduzir bem este indicador nos anos seguintes.

Já a Divida liquida/EBITDA, segue estável.

brkm5 endividamento

E por último temos a liquidez corrente, que no período analisado sempre esteve próximo de 1.

Caso não saiba, a liquidez corrente diz o seguinte,

  • Se for maior que 1, mostra que a empresa consegue pagar suas dívidas de curto prazo. 
  • Menor que 1 indica que a empresa pode ter problemas caso todas suas dívidas de curto prazo sejam cobradas.

BRKM5 Análise Fundamentalista: Bom ou Ruim?

2021 foi um bom ano para a Braskem. Nesta rápida análise, vimos sua produtividade melhorar, maior geração de caixa, dívida controlada.

Enfim, bom ano da empresa.

Vejamos se o mercado também concordará com esta análise.

Qual seu palpite? BRKM5 abre em queda ou abre subindo?

Não custa lembrar que isso é apenas um estudo inicial, passando longe de ser recomendação de compra/venda!

Quanto a esta análise, o que achou?

Para fazer uma análise como esta, basta ler o livro Investindo para Vencer. Nele você aprenderá a analisar empresas com exemplos reais e de uma forma simples.

Vale a pena sua leitura!

See ya!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
2 anos atrás

Interessante este estudo, eu não sou muito bom em analisar, ainda estou aprendendo, e por isso costumo pular as empresas que deram prejuízo, vou colocar esse livro na minha lista de leitura para este ano.
Abraços!