Primeiros problemas com mineração de criptomoedas

problemas ao minerar criptomoedas
Será que queimou minha placa?

Após alguns testes e a confirmação de que meu computador gasta menos energia do que eu tinha estimado, resolvi expandir minha produção de criptomoedas.

Logo adquiri mais uma placa de video.

Chegou segunda-feira a noite. Antes de inseri-la no pc ao lado da placa de video que já estava minerando, decidi fazer a troca.

Retirei uma placa para colocar a recém adquirida.

Placa trabalhou terça-feira sem problemas. A noite desliguei o pc e comecei o trabalho de ligar duas placas.

Ai começaram os problemas…

Desafios da mineração de criptomoedas

Minerar criptomoeda com apenas uma placa de video é fácil fácil.

Você encaixa a placa de video em seu devido slot (lugar destinado a placa), instala ela no sistema operacional, instala, configura e bota para rodar o software minerador e pronto.

Tem como trabalho apenas conferir se o pc está ligado e se está minerando para você.

Agora quando você expande o negócio para duas e mais placas, a coisa já não é tão simples assim.

Primeiro, você precisa de uma peça chamada riser para poder ligar sua segunda placa de video. Detalhe, é um riser para cada placa que adicionar.

Após comprado o riser, vem a questão dos cabos. Infelizmente, a maioria dos risers vem com um cabo para alimenta-lo nada recomendado.

Falarei mais sobre isso quando publicar o compilado de como minerar. Em breve publico aqui.

Enfim, com riser em mãos, vem a questão dos cabos de alimentação fornecidos pela fonte.

Minha fonte possui duas pontas de alimentação para placas de video.

Isso é bom!

Porém, o cabo é curto. Logo precisamos adaptar e adaptações aumenta o risco de dar errado.

Após finalizar a montagem, meu pc minerador demorou muito para iniciar o sistema. Detalhe, utilizei um sistema específico para minerar criptomoedas (Hiveos)

Depois de muita insistência, troca de cabos entre outros, desisti de fazer funcionar as placas na noite de terça.

Ontem trouxe a placa mais nova para meu trabalho para testar, pois ela tinha ficado muito quente.

Para aumentar minha apreensão, a placa não funcionou de forma alguma durante o dia de ontem. Cheguei até tuitar dizendo que a mesma estava queimada!

Imagina queimar uma placa recém comprada?

Duro golpe não?

Mas para minha sorte, sofri por antecipação. Ao chegar em casa, testei novamente a placa e a mesma funcionou perfeitamente.

Em resumo, meu problema foi por incompatibilidade das placas de video com a placa-mãe.

Tive a certeza ao trocar por uma placa-mãe mais nova.

Veja o resultado abaixo;

pc para mineração de criptomoedas

A montagem acima consegui utilizar somente os cabos de alimentação fornecidos pela fonte, melhor cenário.

Peguei um gabinete velho e com uns cortes, achei que ficou legal. Com isso as peças não precisam ficar soltas nem largadas em cima da mesa.

Também utilizei um suporte para a segunda placa de video não ficar solta.

Falando sobre a configuração, o pc acima ficou assim;

  • i5 750 (primeira geração)
  • Placa-mãe MSI H55M-E33
  • Fonte 500W
  • 2 placas de video GTX 1660

Antes dessa configuração, estava batendo cabeça com uma placa-mãe de 2007 (Asus P5LD2-X). Ainda tenho esperanças de fazer funcionar essa placa, vou pesquisar mais.

Contudo, fica o alerta. Placas-mãe mais antigas podem não funcionar para sua mineração de criptomoedas ao adicionar mais de uma placa de video.

Como o texto ficou maior do que o planejado, em breve volto a relatar mais sobre essa minha experiência.

Ah! essa configuração está me rendendo mais ou menos 23 reais ao dia!

Bom não?

See ya!

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
fiscal
1 dia atrás

só ñ esquece de declarar pra receita

Pablo
22 horas atrás

Eita, virou TI agora. Larga mão nao dá lucro