Vender opções CALL abaixo do preço médio?

Como vender opções CALL abaixo do preço médio? No decorrer do texto explico uma forma.

Em uns estudos, me deparei com uma pergunta sobre opções que me deixou intrigado.

Pois como vender opções CALL abaixo do seu preço médio?

Afinal, se a ação ultrapassar sua opção vendida e por lá ficar, você será exercido. E se a opção que vendeu for abaixo do seu preço de compra da ação, você ficará no prejuízo!

Será que tem alguma forma de “driblar” isso?

Sim, tem e te explico abaixo.

Como vender opções CALL abaixo do preço médio?

vender opções call abaixo do preço médio

Perguntei no Twitter sobre o seguinte cenário;

Você foi exercido em PUT, logo suas ações estão acima do valor de mercado. Como você vende CALL? 

Para quem não entende como funciona as opções, segue uma explicação simples. Para mais detalhes consulte este post aqui.

Ao vender opções PUT, quando se é exercido você deve comprar a ação pelo preço do strike da PUT.

Exemplo:

 – Ao vender as opções ITUBS348, seu strike é de R$34,80. Logo se for exercido, deve pagar 34,80 independente de onde esteja a ITUB4.

Como não faz sentido ser exercido com a ação valendo mais do que o strike, ou seja, a ITUB4 no mercado a 36 você não exerce as opções para vender a 34,80 certo?

Sendo assim, ao ser exercido sua ação está mais cara que no mercado.

E se quiser operar na outra ponta vendendo CALL, o cenário é o seguinte;

 – Digamos que a ITUB4 no mercado está valendo 30 reais. E você as comprou por 34. Se quiser vender CALL ATM (strike próximo do que o mercado negocia) irá assumir um prejuízo de 4 reais /ação.

Isso não é legal.

Logo precisamos vender CALL OTM (strike acima do negociado do mercado) que o problema está resolvido certo?

Mais ou menos.

Primeiro que ao vender OTM, o prêmio da opção cai bastante. Segundo, talvez não tenha comprador para sua venda.

E ai te pergunto, o que fazer?

Vamos a uma alternativa.

Comprar e Vender CALL (Booster)

Se você faz venda coberta e seu preço médio ficou alto, impossibilitando o lançamento de opções, vamos a uma alternativa.

Uma forma de continuar rentabilizando sua carteira com opções no cenário exposto acima é, montar uma operação estruturada.

E essa estrutura é a seguinte, você irá comprar uma opção CALL e vender em dobro CALL de strike superior.

Exemplo;

  • PETR4 a 21 reais: Compra CALL de strike 21 ou 20,50 e vende o dobro de CALL strike 22,5 ou 22
    • Ex: Compra 1000 CALL strike 21, vende 2000 CALL strike 22,50

Na estratégia acima, conhecida como Booster, ao comprar e vender com diferença de strikes de 1,50 as vezes você consegue montar recebendo 0,10~0,15 centavos.

Dificilmente consegue mais que isso.

Contudo, há uns cenários de ganhos interessantes que apresento abaixo;

  • Ao montar a estrutura (compra CALL strike 21 e vende 2x CALL strike 22,50) se a ação subir até os 22,50 e não ultrapassar esse strike até o vencimento das opções, você ganha as CALLs compradas!
  • Se ultrapassar os 22,50, você será exercido. Contudo, você exerce a parte comprada ganhando 1,50.
    • Montou +1000 -2000: você entregará 1000 a 22,50 e as outras 1000 você ganhará 1,50 por ação no exercício.
  • Se ficar abaixo de 21, você não ganha nada.

Dado os cenários, é uma boa montar booster quando sua ação está com preço médio maior do que o negociado em mercado.

E dependendo de quão longe a ação está, você monta o booster em proporção. Se tem 1000 ações e a ação caiu muito, monta 10%, 20%.

Riscos

Os riscos de um booster é a ação disparar e te levar para o exercício. Contudo, como você tem as ações, ou seja, está coberto, o problema fica com os custos do exercício e o prejuízo de acordo a seu preço médio.

Afinal, se seu preço médio é de 30 reais e você foi exercido nos 22,50, amargará uma perda significativa.

Por isso usamos a proporção de acordo ao preço médio (PM). Usando o exemplo acima, eu montaria um booster com apenas 10% da posição. Se tenho 1000 ações, montaria o booster +100 -200.

Caso a ação suba e eu não consiga evitar o exercício, entregarei apenas 100 ações abaixo do meu PM e não a totalidade da carteira.

Quando montar?

Eu procuro montar o booster quando a combinação de compra e venda fica positiva, ou seja, quando eu recebo dinheiro ao montar essa estratégia.

No vencimento de Setembro, eu estava com um booster de PETR4 nos strikes 22,50 e 24 onde recebi para montar cerca de 0,12 centavos.

Como a petro ficou bem abaixo dos 22,50, meu lucro na operação foi apenas os 0,12 centavos recebidos ao montar, pois as opções viraram pó.

Contudo, eu tive chances de desmontar o booster recebendo 0,40 centavos, que somados aos 0,12 iniciais me dariam 0,52.

Infelizmente optei em deixar a operação montada por mais dias afim de receber mais e acabei não recebendo nada.

Faz parte.

Se tivesse seguido meu objetivo inicial estaria com esse lucro, mas acabei tentando extrair mais do mercado.

Acabei não seguindo o conselho do professor…

Não queira extrair até o último centavo do mercado, você pode ficar sem nada…

Gostou do texto? Compartilhe-o em suas redes sociais! Isso ajuda muito o trabalho do Investidor Inglês 😉

Pinterest


See ya!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
1 ano atrás

Meu caro, isso que não entendo nas ações.

Esses dividendos da Tend3 de R$ 0,12 por ação é anual? com investimento de R$ 200.000,00 nessas ações (caso esse pagamento seja anual) vai receber R$ 1.107,52 por ano, sendo que o mesmo valor investido em FII vc recebe R$ 12.500 por ano. Acho muita diferença.

abs e bons investimentos