Como dividir despesas proporcionalmente?

Como dividir despesas proporcionalmente é um tema que o Investidor Inglês junto com sua senhora (que ela não leia isso) conversou há um tempo.

Afinal, para quem não quer juntar tudo em uma conta conjunta, acredito ser o método mais justo de organização financeira da casa.

Portanto, resolvi trazer este texto a tona mostrando como dividir suas despesas em percentuais, dando uma pequena pausa nas análises publicadas recentemente.

Como dividir despesas proporcionalmente? Definindo a proporção que cada um vai colaborar!

Como dividir despesas proporcionalmente


Neste post vou abordar como nós calculamos aqui em casa a contribuição de cada um.

Como resultado, mostro vantagens e desvantagens desse método e um exemplo de como dividimos as contas em proporção.

O cálculo…

Digamos que o Investidor Inglês ganhe seus 4 mil reais e a sra Inglês R$ 1.800,00. Para definir o percentual que cada um vai pagar, faço exatamente desta forma.

  • Primeiro, eu somo os salários. No exemplo, R$ 5.800,00.
  • Segundo, eu faço a seguinte conta para descobrir a proporção do salário de cada um;

=4000/5800*100

  • No Google Planilhas fica dessa forma;

No cálculo acima descobrimos que o Investidor Inglês precisa contribuir com 69% do seu salário para a casa.

Em resumo, se contribuo com 69%, a sra Inglês deve contribuir com 31%.

Com os percentuais definidos, basta somar todas as despesas da casa e aplicar os percentuais para chegarmos na proporção que cada um irá contribuir.

Como uma imagem vale mais que mil palavras…

exemplo de como dividir despesas proporcionalmente
Multiplique o percentual pelo total das despesas e divida por 100. Pronto!

Com o percentual definido, vejamos um exemplo de organização das contas do casal.

Como dividir despesas proporcionalmente? Exemplo…

Na imagem abaixo, demonstro a planilha para dividir despesas que montei. Confira mais ou menos como organizamos nossas contas.

planilha orçamento pessoal

No exemplo acima, note como organizamos as despesas a serem pagas na proporção dos rendimentos de cada um.

Na imagem a proporção está maior do que no cálculo mais acima, pois em casa nossa proporção fica em 75/25, ao invés dos quase 70/30.

Entretanto, vocês não precisam fazer dessa forma.

Sabendo o total das contas da casa, vocês podem transferir a contribuição para aquele que ficará responsável, ou abrir uma conta-conjunta e os dois depositarem nela.

Fica a dica!

Curiosidades

Já me questionaram como eu pago tão pouco em conta de energia. O segredo; Lâmpadas de LED.

Claro, não é só isso. Deixar o mínimo de luzes ligadas faz diferença.

Em casa geralmente fica uma ou duas luzes acessas. Também tem a questão dos eletrônicos. Tira-los da tomada quando não estão em uso ajuda viu.

E certamente graças a dica sobre como economizar em supermercados, estou conseguindo obter bons resultados em minhas compras. O valor projetado de 800 reais está conseguindo ser realizado com bastante folga.

Fica a dica! 😉😉😉

Vantagens!

A maior vantagem que percebemos ao dividir as contas proporcionalmente é a liberdade que isso dá a ambos!

Ou seja, mesmo cada um tendo suas obrigações dentro de casa, ambos terão independência de usar o que sobrar de seus salários para fazer o que quiser.

Isso no meu caso faz MUITA diferença.

Com o que sobra do meu salário eu compro o que bem entender e assim faz a senhora Inglês.

Tudo bem que vez ou outra rola a pergunta…

Por que você comprou esse boneco?

Thanos

Desvantagens

Ao não somar os salários, o casal perde a oportunidade de juntar os ganhos e investir uma maior quantia.

Em outras palavras, o casal que busca a Independência Financeira de forma independente perde uma grande oportunidade.

Afinal, aportes maiores reduzem o tempo para alcançar a tão sonhada independência!

Da mesma forma também vejo como desvantagem da divisão proporcional a organização das contas.

Pois cada um terá que fazer seu próprio controle.

Portanto suas finanças pessoais precisarão de um acompanhamento para não interferir na contribuição que cada um é responsável na casa.

E ai Inglês, como dividir despesas proporcionalmente?

Eu e a sra Inglês estamos bem satisfeitos em dividir as despesas proporcionalmente.

A liberdade que esse modelo nos dá por enquanto não tem preço. Compramos o que bem entendemos sem perguntas, sem stress…

Tá, as vezes rola umas justificativas… 😂😂😂

Entretanto, é bom lembrar que decidimos utilizar a divisão proporcional depois de discutirmos qual método se encaixaria melhor para dividir nossas contas.

E a conversa sobretudo, nem foi tão longa quanto imaginei.

Expliquei a ela que este modelo de finanças pessoais daria responsabilidade a cada um de maneira justa. Pois na divisão proporcional cada um contribui com o que pode.

Nada mais, nada menos!

#Bônus: Promoção de Black Friday Planilha Financeira em Excel!

Depois que você entender bem que economizar é fácil, você precisará de uma ferramenta para organizar sua vida financeira.

Pois só se gerencia o que se mede.

Sendo assim, invista numa planilha que ira te ajudar a;

  • Controlar suas receitas e despesas mensais,
  • Gestão de economias para despesas não recorrentes,
  • Seus investimentos e seu patrimônio total.

Plus: Ao adquirir a planilha, você recebe o livro E Se Você Não Morrer Amanhã, #3 Best Seller em Finanças Pessoais na Amazon em seu lançamento.

See ya!


17 comentários em “Como dividir despesas proporcionalmente?”

  1. Legal Investidor Ingles. No inicio do meu casamento com a Sra Executiva, ganhavamos praticamente o mesmo entao dividiamos as contas por 2. Mantinhamos salarios e conta corrente separados. Investimentos normalmente eram feitos em meu nome pois eu sempre fui o "Investidor". Apos alguns anos, como eu salario era significativamente mais alto e tambem por ela ter aberto mao da carreira dela para focarmos na minha, eu passei a pargar por tudo em casa, mas ela continuava aportando parte do salario para nossas aplicacoes. Hoje como apenas eu trabalho, eu pago todas as contas de casa e os investimentos continuam boa parte em meu nome. A Sra Executiva possui uma pequena aplicacao que nem contabilizo como patrimonio.

    Eu acho importante esse tipo de divisao para primeiro evitar um tentar ficar "jogando" responsabilidades para o outro, e tambem por que o casal dever estar unido num objetivo comum. Se ambos pagam as contas, a preocupacao em manter um controle nas despesas tambem passa a ser de ambos.

    Abs!
    Executivo Investidor
    http://www.executivoinvestidor.com

    Responder
    • Legal Executivo!

      Também acho muito importante a divisão. Essa de jogar responsabilidade é um dos motivos mesmo.

      E a sra Inglês também tem uma pequenina aplicação que também não entra nas minhas contas. O legal que ela está engajada em aumenta-la.

      Vamos ver..

      Abraço!

      Responder
  2. Fala Inglês! Faço a mesma coisa por aqui…

    Uma dica: uso um aplicativo que chama Splittwise! Você lança as contas e pode dividir da forma que quiser assim como marcar quem pagou! E no final do mês, é só saber quem deve para quem e pronto!

    Acho bem prático, ainda mais que é no celular!

    Fica ai a dica!

    Depois da uma olhada no meu site! Abs!

    Responder
  3. Esses tempos mesmo estava pensando sobre isso!
    Ainda não tenho previsão de ir dividir as escovas (e as contas), mas é bom já ter tudo embasado para o fatídico dia em que isso ocorrerá, hehe.

    Responder
  4. Olá… Muito bom o post, mas tenho uma dúvida. Esse esquema não é um pouco socialista? Por exemplo uma despesa de condomínio. Os dois usufruem da mesma forma do serviço de portaria, nenhum precisa mais ou menos desse serviço, é comum aos dois. Nesse caso não deveria ser divido por 2? Quando se proporciona por salário há o risco de um indivíduo se viciar num padrão de vida que as vezes é mais adequado ao que ganha mais…

    Responder
    • Olá anônimo, valeu.

      Sobre a questão do esquema ser socialista, não concordo. Eu entendo seu ponto de que os dois usufruem das mesmas coisas e portanto o "justo" é dividir em partes iguais. Mas quando o salário de um é inferior, acaba não sendo viável essa forma.

      E não tem como separar o padrão de vida, afinal ambos moram na mesma casa. Você vai comprar uma casa inferior para não subir o nível da outra pessoa?

      Responder
    • Concordo. São jeitos de pensar. Eu abri mão de morar num bairro melhor para minha esposa poder "suportar" o custo de vida. Parece meio grotesco da minha parte, mas no final ela tem dignidade pra falar que tudo o que ela tem ela que conquistou sem ajuda de ninguém, já tem uma boa reserva de valor e eu de carona também economizei muito. São formas, não tem certo nem errado. O importante é cada casal ver a melhor maneira

      Responder
  5. Oi II.

    Com relação aos investimentos, daria para botar depois das despesas um valor mensal para investimentos, então se utilizaria a mesma proporção para chegar neste valor pretendido para aportar.

    Então para a Sra saber quanto está ganhando, podemos fazer o sistema de cotas, cada atualização da carteira ou marcação a mercado de ganhos ou perdas pelo que está investido, é só atualizar o valor e pronto, cada um sabe do montante que tem investido lá.

    Responder
  6. Muito bom! Eu sou a "adm" daqui de casa e adorei aprender isso com você. Percebi que nossa divisão aqui não estava tão justa (mas também não tão injusta), mas sempre dá tempo de ajustar os pontos. Muito obrigada por compartilhar e Deus abençoe vcs!

    Responder

Deixe um comentário