MPLU3 – Mais uma análise saindo…

Fonte imagem: Multiplus

E hoje a análise da vez é sobre a MPLU3. Conhece?  Vou contar um pouquinho sobre a empresa adiante.

Este post faz parte de uma série de analises sobre as ações da carteira fórmula mágica, cujo resultado do mês de fevereiro pretendo postar na próxima semana. Já adianto que a rentabilidade bruta veio legal. Aguarde!



Caso tenha perdido as outras análises, veja abaixo o que já publiquei;

Voltando, vamos descobrir o que é, o que faz essa empresa.

Quem é MPLU3?

Multiplus, esse é o nome da empresa por trás do código acima. Segundo seu site, a empresa é a melhor rede de fidelidade do Brasil. Aqui você junta os pontos que ganha em seu dia a dia em uma única conta, e pode aproveitar mais oportunidades para trocá-los. 
Veja como funciona: Você ganha pontos com as atividades de seu cotidiano: viagens, táxi, academia, cartões de crédito, compras em farmácias, supermercados e lojas virtuais. 
E pode trocá-los por passagens aéreas, hospedagem, ingressos para espetáculos, equipamentos eletrônicos, eletrodomésticos, acessórios esportivos e milhares de outros produtos e serviços.
Agora que conhece o que a empresa faz, vamos ver seus resultados…

Análise superficial

Dei sorte ao montar este post e já obter os dados de 2017. Ao pegar a Muliplus para análise, vi que ainda não tinha sido liberado o balanço do 4T de 2017.

Porém quando fui escrever, o balanço estava lá! Pronto para ser usado…

Bom, como de costume, passo primeiro no mural do Bastter para ter uma primeira impressão sobre a ação.

E essa impressão nos traz os seguintes dados;

Clique na imagem para Ampliar!


Pitacos sobre os números

  • Lucro líquido crescendo desde 2010;
  • Receita idem;
  • Dívida líquida negativa no período de 2010-2017.

Já olhando seus balanços, destaco os itens abaixo;
  • Dividendos apurei de 2013 para cá e também crescendo;
  • Fluxo de caixa livre idem.
  • Margem líquida em torno de 22%
  • FCL CAPEX / Ação subindo no período de 2015 à 2017. *Não apurei anos anteriores. 

Sobre o último item, para quem não conhece o termo sugiro passarem neste post, e neste aqui também onde o AportadorFinanceiro resume bem o livro – Investindo para Vencer.

Preciso comprar esse livro, li quando estava com a assinatura do Kindle ativa…

Bom, para encerrar, A Multiplus apresenta números interessantes. Mas tem um detalhe nesta ação… Seu sócio majoritário é a Tam. Cedo ou tarde a cia aérea pode usá-la para tampar buracos…

Já analisou essa empresa?  Aguardo seus comentários!

Não custa lembrar que isso é apenas um estudo inicial, passando longe de ser recomendação de compra/venda!

See ya!


22 comentários em “MPLU3 – Mais uma análise saindo…”

  1. Justamente pelo seu sócio majoritário 70% que não compro ações da MPLU.

    Quando cogito adquirir, geralmente penso em algo no máximo em 2,5% da carteira.

    Entretanto, lembro que existem outras empresas bem mais atraentes e sólidas quanto a mplu e acabo desistindo de aportar nessa empresa.

    quem tiver ciente do risco, pode ir!

    Responder
  2. Só lembrando que a maior parte do caixa está comprometido com resgates futuros. O fato dela não ter dívidas às vezes pode nos iludir em acreditar que temos todo esse caixa à disposição dos donos, para dividendos, recompras, aquisições etc, o que não é verdade.
    Além disso, a dependência da TAM traz um outro problema mais imediato na minha opinião: em momentos de crise, aéreas reduzem oferta. Reduzir opções de vôos por exemplo (concentrando em um hub como São Paulo e saindo de outros mercados), pode tornar a Multiplus menos atrativa para os consumidores, comparado ao Smiles por ex.
    Levando tudo isso em consideração, me parece ser um bom negócio, mas teríamos que conseguir um FCF yield bem mais atrativo para justificar (minha opinião pelo menos).

    Responder
  3. Inglês,
    A frase final resume tudo.
    A MPLU pode ocorrer o mesmo com a Smiles, como pode ser lido aqui: http://braziljournal.com/a-gol-se-meteu-na-smiles-e-deu-um-tiro-no-pe

    Tenho uma pequena posição, quase irrelevante, dela em carteira. Caso ela não corte os dividendos nos próximos 1,5-2 anos, meu custo inicial chegaria a zero na Multiplus. Ou seja, com isso receberia tudo de dividendos o que eu havia investido inicialmente nela. Não, não reinvesti nenhum centavo nela.

    Abs,
    50segundos

    Responder
  4. Que baita análise, Inglês! Os comentários acabaram complementando e explicando por que essa empresa não tem um desempenho tão significativo na bolsa, apesar da situação financeira relativamente positiva. Se posso sugerir algo no futuro, você poderia fazer a análise comparativa entre pares da bolsa, nesse exemplo entre Multiplus e Smiles. Abraço!

    Responder
  5. A matéria resume porque acho este setor problemático.

    Questão dos controladores é velha conhecida: Até por isso as empresas são negociadas por multiplus descontados, e olha que atualmente estou achando bem fora da casinha o preço pelo risco do negocio.

    Outro fator que não explicaram acima é que a barreira de entrada neste setor não existe, ou seja entrou concorrente lascou! KKKk

    Empresa aviação não quero nem de graça! Warren bufffet pensa diferente andou comprando .

    Veja que até ele esta sendo afetado pela bolha de ativos, duvido que entraria nessa se tivesse outros setores com valuation mais favorável.

    Esclarecida a questão da Smiles, era mão podre da Gol mesmo, que lástima…

    Responder
    • Barreira de entrada é algo que ainda peno para identificar Mestre. Preciso estudar mais.

      Embraer dá vontade de entrar, mas fico só na vontade kkk

      e o próprio Buffet se não me engano falou sobre não investir em aviação, não é?

      Sobre a Smiles, sim. Fica a pergunta quando a Tam fará igual…

      Responder
    • Existe diversas tipos de barreira de entrada:

      Capex elevado: Significa que se for entrar um concorrente no setor vai precisar investir muito dinheiro para competir contigo.

      Barreira regulatória: Aqui é onde grandes empresas adoram mamar na teta do regulador, este por sua visa fazer um monte de leis que dificulte entrada de concorrentes, logo este tipo de barreira é feita por meio de looby corporativo. ( Reserva de mercado).

      Barreira competitiva: Este tipo de barreira diz respeito ao méritos reais da empresa, no caso o fato de você ser extremamente eficiente e competitivo faz com que seus concorrentes fiquem sem opções.

      Barreira natural: Este tipo de barreira esta mais atrela escassez natural. EX: explorar um produto que possui reservas limitadas.

      Também acontece muito no setor transmissão, uma vez que apenas uma empresa consegue operar determinada linha.

      Responder

Deixe um comentário