O que realmente importa para o pequeno investidor?

Você é um pequeno investidor como eu?

No último post aqui do blog, citei Howard Marks sobre seu ponto de pegar facas caindo.

Nos comentários, o usuário Scant disse que para o pequeno investidor pouco importa pegar facas caindo.

Então, o que realmente importa?

Vamos descobrir?

O que importa para o pequeno investidor?

pequeno investidor

De bate e pronto, o que realmente importa para o pequeno investidor é aumentar sua geração de renda.

Não é pagar mais barato em ações, fundos imobiliários, ETFs…

O que realmente importa para o pequeno investidor é conseguir ao longo do tempo aumentar seu fluxo de caixa.

Aumentar a quantidade de dinheiro que você consegue investir por mês.

No vislumbre da busca pela independência financeira, eu acabei ficando cego para este ponto.

Achava que só com a quantia de dinheiro programada eu conseguiria alcançar a independência financeira.

Ledo engano…

Dificilmente você consegue seguir uma vida linear. Acredito que nem deva seguir assim.

Talvez seja uma vida chata, não?

Se ao longo do tempo sua vida muda, a programação feita lá atrás para atingir a independência financeira, precisará ser ajustada.

Afinal, talvez a quantia estipulada para te atender já não atenda. Seu padrão de vida pode ter mudado, inflação…

Além do foco em aumentar a renda, o que nós sardinhas devemos fazer?

Sabendo que sua principal missão é aumentar seu fluxo de caixa, e não ficar atrás de oportunidades na bolsa de valores para pegar com seus mil reais, o sardinha precisa:

  • Fazer uma autoavaliação
  • Aprender a diversificar

O porquê da autoavaliação?

A principal coisa que o pequeno investidor deve fazer é se autoconhecer. É preciso ser sincero consigo mesmo sobre suas reais aptidões.

Você realmente sabe avaliar uma empresa?

– Você sabe avaliar um fundo imobiliário?

Seja sincero nas respostas. Eu encerrei minha carteira de fundos imobiliários após isso.

Eu não sabia avaliar. Quando chegou momentos de decidir se era hora de investir mais ou de vender o fundo Y, e eu vi que não tinha a resposta, vi que na real eu não sabia o que estava fazendo.

Vi que não basta seguir 7 dicas sobre como escolher um fundo imobiliários.

Comprar é fácil, o problema vem depois. Fundo cai 20-30%. Uma bela definição de faca caindo.

E ai, você compra mais?

Lembramos que o fundo pode cair mais. Afinal, dificilmente sabemos o fundo de um ativo.

Agora se você fez a lição de casa e está convicto de que o fundo foi uma boa escolha, um desconto de 20-30% é um bom gatilho de compra, não?

Claro que para o pequeno investidor, não é uma compra dessas que fará diferença no longo prazo.

O ponto é que você está aumentando sua posição não pelo desconto, e sim pela sua própria análise.

Aprender a diversificar

Após ser sincero consigo mesmo, eu notei que a minha diversificação era para esconder a minha falha em não conseguir analisar bem os ativos que havia comprado.

Na falta de avaliação se era hora de aumentar posição ou vender, eu optava por comprar outro ativo.

Se você faz o mesmo, talvez seja hora de repensar seus investimentos.

Em breve trago umas pesquisas que fiz sobre diversificação. Assim que sobrar um tempo monto o post com as informações que encontrei.

Colocar todos os ovos na mesma cesta, sabemos que devemos evitar. Mas também precisamos evitar ter mais cestas do que ovos.

A chance de deixar um ovo apodrecer nesse caso é grande. Logo você precisará descobrir um número ideal de cestas para você.

E posso adiantar. Não há um número mágico!

E ai, o que realmente importa para o pequeno investidor?

O pequeno investidor precisa focar seus esforços no aumento da renda. Investir 100 reais por mês na bolsa de valores, como conto aqui como fazer, é importante.

Mas é preciso buscar aumentar ao longo do tempo sua capacidade de investir se seu objetivo é a independência financeira.

Além disso, o pequeno investidor deve ser sincero consigo mesmo e, ou deixar de lado ativos que não conhece, ou delegar a compra deles para um terceiro.

Terceiro este que pode ser um fundo de investimento, por que não?

Também pode ser essas casas de análise. Desde que bem escolhida, é claro.

E você, o que acha realmente importante para o pequeno investidor?

Uma coisa acredito que concordamos, é preciso ler e ler, estudar e estudar.

Assim fica aqui a dica do livro “O mais importante para o investidor – Howard Marks”. Em breve solto um resumo sobre este livro.

See ya!

4 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
scant
4 meses atrás

obrigado pela menção

abc!

VVI
4 meses atrás

Bom dia Investidor Inglês! Ótimo post! Acredito que os pontos colocados sejam aplicáveis não só a pequenos investidores, mas a investidores pessoas físicas em geral. Se enganar para parecer mais diversificado, mais agressivo ou ir com a manada é uma característica muito comum em nós investidores não institucionais, independente se somos pequenos ou grandes. Constantemente me questiono se realmente sei o que estou fazendo ou se estou fazendo algo porquê leio/ouço muitas pessoas que considero bons investidores fazendo o mesmo. Sempre tem aquela vontade de “não perder a boa oportunidade da vez” e várias vezes acabamos arriscando nosso dinheiro em… Read more »

Simplicidade e Harmonia
4 meses atrás

Investidor Inglês, Gostei muito do seu raciocínio sobre as cestas. Muitas vezes há tantas cestas com ovos que já passaram do tempo de serem utilizados, que só nos resta amargar o prejuízo e descartá-los. Em relação as casas de research, concordo que são boas, mas é preciso um certo cuidado. Eu assino um desses produtos, que objetiva comprar ações baratas com alto potencial de valorização. Porém, nesses 2 anos de assinatura (1 ano e depois 1 assinatura de 3 anos), foram 3 ou 4 ações que simplesmente foram tiradas da carteira sugerida sem maiores explicações. Imagine você ver o analista… Read more »

Simplicidade e Harmonia
3 meses atrás

Investidor Inglês, Olhando minha planilha, resolvi voltar aqui e ilustrar com um exemplo de recomendação de compra da Eztec. Segundo a casa de research, empresa boa, barata, com grande potencial de crescimento. E eles sempre entram em contato com as empresas para saber sobre o andamento dos negócios, enfim, pensei que eu poderia confiar. Na época, estava entre 32,00 a 35,00.Preço teto: 50,00. Comprei, pois acreditei que seria mesmo bom. Além disso, o produto que assinei seria de empresas mais sólidas, sem empresas em reestruturação, como Oi e Dmil. Hoje a Eztec está 17,32…. Fiz um péssimo negócio em comprar… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Simplicidade e Harmonia
4 meses atrás

É…, tem aquelas planilhas de simulação de investimentos, ali fica claro que a vida é muito curta pra ficar rico com aportes pequenos hehe

Estes dias ainda vi em algum site uma reportagem dizendo que ninguém fica rico investindo, basicamente ia nessa mesma linha, precisa aumentar os aportes.

Única forma que vejo pra ficar rico investindo é se o cara conseguir uma rentabilidade absurda em algum ativo mais arriscado, mas isso é para poucos, pra nós o negócio é focar no aporte mesmo.

Abs