Resumo do livro Quem mexeu no meu queijo: Foi você?

Vamos ao resumo do livro Quem mexeu no meu queijo?

De imediato, saiba que este livro fala sobre mudanças. Por isso ele é bem recomendado para quem quer empreender.

Afinal, negócios estão sujeitos a mudanças.

Muitas, não é verdade?

Porém, este livro me foi muito útil em uma outra situação. Alias, chata situação.

Tinha eu meus vinte e poucos anos, como aquela música do Raimundos

♮♮ Eu não desisto assim tão fácil meu amor. Nem por você, nem por ninguém, eu me desfaço dos meus planos…♮♮

Esse trecho da música define bem não a minha situação, mas a situação da minha mãe.

Pois ao se separar do meu pai, ela não queria, não admitia a separação. Vê-lo sair de casa foi o fim para ela.

E como forma de ajudá-la, lembrei de Quem mexeu no meu queijo.

Resumo livro Quem mexeu no meu queijo?

resumo do livro quem mexeu no meu queijo

Em resumo quem mexeu no meu queijo retrata dois tipos de pessoas:

  • As que veem a mudança e se adaptam
  • E as pessoas que veem a mudança e ficam ali, paradas, esperando a situação voltar ao que consideram normal.

Essas pessoas que ficam ali, paradas, sofrem. Sofrem demais!

No caso minha mãe estava sofrendo muito. E foi ai que pensei em ler Quem mexeu no meu queijo para ela.

O livro ajudou minha mãe a perceber que ela precisaria encarar essa mudança que a vida impôs. Pois caso contrário, ela continuaria sofrendo.

Em alusão ao livro, digamos que minha mãe é o duende Hem.

Quem mexeu no meu queijo nos apresenta 4 personagens. Sniff e Scurry os ratos e Hem e Haw os duendes.

Vivendo em um labirinto, certo dia eles encontraram um lugar com muito queijo. Porém, os ratinhos não ficaram muito empolgados com este lugar.

Ao contrário dos duendes. Eles achavam que o montante de queijo do lugar os atenderia para o resto de suas vidas.

Já os ratinhos não, eles encararam o montante de queijo como outro qualquer. Tinham noção de que um dia o queijo acabaria e eles precisariam procurar outro.

Dessa forma, no dia que acabou nada mudou na vida dos ratinhos. Afinal, eles já estavam preparado para isso.

Já os duendes ficaram aterrorizados com o que viram. Não imaginaram que um dia o queijo poderia acabar.

Tanto que por diversas vezes se viam perguntando:

Quem mexeu no meu queijo?

Nas relações amorosas, nos perguntamos como é que um amor dito para sempre acabou.

Não é mesmo?

Nos negócios, as empresa também se questionam onde erraram, por que os lucros vem diminuindo.

Citando um exemplo, temos a Cielo – operadora de cartões de crédito. Outra que contextualizando com o livro, dizemos que ela é o duende Haw.

Os duendes

Mesmo após descobrirem que o queijo não estava mais lá, os duendes iam todo dia para o mesmo local na esperança do queijo voltar.

Até que um dia, o duende Haw se deu conta de que o queijo não iria mais voltar. Foi ai que ele criou coragem de procurar um lugar onde tivesse queijo.

Haw tenta por diversas vezes convencer Hem a ir com ele, mas Hem está convencido que o queijo um dia voltará.

O medo do Novo

Decidido a procurar pelo queijo, Haw enfrenta muito medo nessa nova etapa de sua vida.

Por muitas vezes ele pensa em desistir e seguir os caminhos que já conhecia do labirinto.

O medo de se perder incomodava Haw. Contudo, era maior o medo de ficar onde estava e nunca mais ver o queijo!

Logo o medo de nunca mais encontrar queijo foi fortalecendo Haw.

Isso o fez se sentir bem, mesmo não tendo achado nenhum queijo e muito menos saber onde encontrar.

Haw percebeu que essa era a sensação de liberdade que estava do outro lado do medo.

Leia também:

Resumo do livro “A morte de Ivan Ilitch”

Resumo do livro Quem mexeu no meu queijo em uma palavra!

Mudança. Essa é a palavra chave deste “livrinho”.

“Quem mexeu no meu queijo” nos mostra as mudanças que a vida nos impõem, as transformações que ocorrem do dia para a noite.

OK, elas não acontecem com essa velocidade. Mas como estamos tão habituados com nossa rotina, que acaba parecendo.

E muitas vezes, por não termos notado essa alteração em nossa rotina, acabamos não aceitando isso.

Acabamos presos no passado, esperando que ele volte.

A Cielo apesar de a classificar como duende Haw, tenho minhas dúvidas se por muito tempo não foi o duende Hem.

Afinal, viu a concorrência inovar, se mexer. Roubar o seu queijo, e a Cielo nada fazer.

Assim parecendo Hem, que teima em dizer que o queijo voltará para seu lugar.

Ainda bem que a empresa se ligou e decidiu agir, decidiu aceitar as mudanças do setor e assim começou as encará-la.

Se não, acredito que era uma vez a Cielo…

Concorda comigo?

Quanto a minha mãe, consegui a transformar de Hem para Haw. Afinal, ela parou de chorar pelo fim do casamento e foi a luta.

Aceitou a mudança que a vida a impôs e foi em busca do novo.

O mais surpreendente é que o novo caminho dela a levou de volta para o meu pai.

Ironia da vida não?

Quer saber como Haw encontra o queijo?

Leia o livro! Afinal, o ele não irá tomar quase nada do seu tempo. (são por volta de 100 páginas o livro)

Comprando Quem mexeu no meu queijo através deste link, você estará ajudando Investidor Inglês! (Obrigado!)

Ao terminar sua leitura, fica aqui a obrigação de você ler o livro A Boa Sorte, combinado?

See ya!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
18 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
5 anos atrás

Vou ler.

5 anos atrás

Olá II,
Só ouvi falar desse livro, vou dar uma lida. Agora o livro Revolta de Atlas é muito grande, eu não li ainda, mas pretendo.

Abraços.

5 anos atrás

Li este livro uns 10 anos atrás. Gostei muito, mas estão mexendo no meu queijo até hj, rs

5 anos atrás

Excelente livro.

Gaúcho Investidor
5 anos atrás

Vou colocar na minha lista de leitura!.

5 anos atrás

Já li esse livro. Lembro que gostei. Mas tem tanto tempo que não me lembro de mais nada do que li dele rsrsrs

Acho que isso pode ser um sintoma que estou ficando velho.

5 anos atrás

Valeu pela recomendação, boa sorte no trabalho!
abs

2 anos atrás

Ótimo Livro Ajuda a Sairmos da Nossa Zona de Conforto através da Compreensão.
Viver Em Movimento. Achei Interessante neste Aspecto.

"O Monge e o Executivo" também vale a pena ler.

Anônimo
2 anos atrás

Essa merda dessa breguice patética é do Fabio Junior. Kkkk
O nível cultural / intelectual da blogosfera é mt baixo, meu Deus…