Como minerar Criptomoedas? Guia completo

Como minerar criptomoedas?

Neste post você verá:

O que é mineração de criptomoedas?

Mineração de criptomoedas é o processo de validação de transações como compra e venda e, também a criação de novas moedas.

Saiba que há dois tipos de processos. Temos o proof of work (prova de trabalho) e o proof of stake (prova de participação).

A prova de trabalho foi introduzido pelo Bitcoin, onde os mineradores verificam as transações usando computadores que resolvem equações matemáticas complexas.

Ao fornecer a resposta correta, o minerador mostrou uma prova de trabalho.

O primeiro minerador a obter a resposta correta ganha o direito de confirmar um bloqueio das transações dessa criptomoeda.

Quando o bloqueio é confirmado, ele é adicionado ao blockchain da criptomoeda, um livro digital contendo o registro de todas as suas transações.

mineração de criptomoedas

O minerador que tem a sorte de confirmar um bloco é recompensando com uma quantidade definida da criptomoeda que ele está minerando.

Já na prova de participação, tudo o que o minerador tem de fazer é disponibilizar um número de moedas na rede como sua participação.

O tamanho da participação determina as chances de um nó ser selecionado como o próximo validador a construir o próximo bloco.

Sendo assim, quanto maior a participação, maiores as chances.

Para que o processo não privilegie apenas os nós mais ricos da rede, métodos mais exclusivos são adicionados ao processo de seleção.

Os dois métodos mais comumente usados ​​são “seleção aleatória de blocos” e “seleção de idade da moeda”.

Tipos de mineração de criptomoedas

Além dos processos Proof of Work and Proof of Stake, existem muitas maneiras de minerar criptomoedas.

Abaixo listo os diferentes tipos de mineração que você pode escolher:

Mineração ASIC

como minerar bitcoin

Mineração usando um circuito integrado específico de aplicação (ASIC). Este tipo de dispositivo é feito para tarefas bem específicas.

A imagem acima mostra um antminer, equipamento específico para minerar Bitcoin usando um chip ASIC.

Conforme as operações matemáticas foram ficando mais complexas para se minerar bitcoin, foi preciso sair da mineração usando placa de vídeo para a utilização de chips específicos.

Logo essa é uma mineração mais cara. Em contrapartida, ela fornece taxas de hash mais altas, o que significa um maior poder de mineração.

Mineração de GPU (placa de vídeo)

minerar criptomoedas com placa de video

Podemos também minerar criptomoedas usando uma ou mais placas de vídeo (GPUs).

Apesar de não se compararem a mineração ASIC, elas também fornecem poder de mineração considerável, e a um custo inicial menor do que usando chips ASIC.

Mineração de CPU (processador)

Mineração usando o processador (CPU) de um computador. Embora essa seja a maneira mais acessível de minerar criptomoedas, as CPUs não têm tanto poder de mineração quanto ASICs e GPUs.

Por esse motivo, os lucros da mineração de CPU são mínimos, para não dizer inexistentes.

Como minerar criptomoedas?

Agora que sabemos algumas maneiras de minerar criptomoedas, vejamos abaixo os requisitos mara minerar criptomoedas usando placas de vídeo.

Afinal, minerar utilizando processadores quase sempre não vale a pena. E minerar usando máquinas ASIC contarei mais a frente como proceder.

Melhores placas para mineração

Eu vou listar as peças individualmente e só as necessárias para você minerar.

Mas saiba que você pode comprar um computador montado (como um Dell, Lenovo entre outros), e adicionar a placa de vídeo.

Não é a melhor opção, pois ao comprar um computador “pronto”, você não sabe quanto a qualidade da fonte de alimentação (Os pcs da Dell possuem boas fontes).

A fonte deste computador pode não suportar mais de uma placa de vídeo e as vezes não suportando nem mesmo uma GPU.

Sem contar que ao comprar um computador pronto, você pode ter pego um processador mais forte do que precisa, memória que não será utilizada…

Enfim, o melhor cenário é você escolher peça por peça para minerar criptomoedas.

Confira abaixo as melhores placas para você montar seu computador minerador ou até mesmo sua “rig de mineração”:

Fonte de Alimentação

  • Fonte Superframe sf-b600fl 600w
  • Fonte Corsair VS600 600w
  • Fonte Superframe sf-b700fl 700w
  • Fonte XPG Cybercore 1000w

Para escolher outro modelo fora da lista acima, atente-se a certificação, desejável 80 plus prata para cima.

Também certifique-se que a fonte é de boa qualidade. O canal do youtube Teclab faz testes certificando a qualidade das fontes.

Logo é um bom lugar para ver se a fonte que você tem ou quer comprar passou no teste.

Processador, memória, placa-mãe e disco rígido

Aqui não tem muito segredo e você pode usar componentes usados. Sabe aquele computador que está encostado na sua casa que ninguém usa?

Você pode destina-lo a mineração de criptomoedas!

Só um detalhe, se estas placas forem muito velhas, principalmente a placa-mãe, você pode ter problemas de compatibilidade com a placa de vídeo.

Eu tentei utilizar uma placa-mãe bem antiga que tenho aqui em casa, que é para processadores Intel socket 775.

Ela infelizmente não reconheceu uma placa de vídeo que comprei.

Para evitar maiores problemas, procure utilizar placas mãe mais novas do socket LGA 1156 para a Intel e socket AM3 para a AMD.

Após definido placa mãe e processador, vamos para a memória RAM. Se você tiver na sua casa uns 2 GB de memória, saiba que isso já é o suficiente.

Quanto ao disco rígido, se você tiver um HD sobrando de míseros 80GB, ele está de bom tamanho para seu PC minerador.

Na falta de um HD, você pode usar um pendrive de 4GB. Só se atente a qualidade deste pendrive. Lembre-se que ele será utilizado por 24 horas/dia.

Caso você não tenha nenhum computador jogado ai na sua casa, procure por processadores Celeron ou Athlon devido a gastarem menos energia.

Placa-mãe você pode pegar a linha mais básica da Gigabyte ou Asus. E memória RAM opte por comprar um pente de pelo menos 4GB de RAM.

Acessórios necessários para mineração de criptomoedas

Começando a mineração de criptomoedas com apenas uma placa de vídeo, o único acessório recomendado é um wattímetro.

Com ele você saberá o quanto seu computador está gastando de energia e assim estimar seus ganhos.

Agora quando se coloca mais de uma placa de vídeo, é necessário algumas peças para o funcionamento do seu computador.

Estas peças são:

  • Adaptador Riser
  • Cabo extensor PCI-Express

Os cabos extensores geralmente acompanham o adaptador riser.

Você também precisará de um gabinete específico dependendo do número de placas de vídeo que utilizar.

Ao utilizar duas placa de vídeo, eu improvisei conforme foto abaixo:

pc minerador

Para ligar duas placas de vídeo, mesmo que sua placa-mãe tenha um slot para uma segunda placa, de preferência pelo riser.

Faça isso devido a você conseguir dar uma distância maior entre as placas, aumentando assim o fluxo de ar entre elas.

Placa de vídeo para minerar

Começando pelas placas de vídeo da Nvidia, procure por placas GTX1660 e suas variações assim como as placas da série RTX (2060, 3060 e etc).

Estas placas são um bom investimento.

Eu tenho duas 1660 e elas rendem atualmente 6 reais brutos trabalhando por 14 horas. (baseado na cotação das criptomoedas de Abril/2022)

Se quiser utilizar placas da AMD, você terá que recorrer ao mercado de usados, já que as novas não batem as placas da Nvidia em custo benefício.

Caso esteja disposto a encarar uma placa usada, procure pela série RX 570 e 580 de 8GB. Ambas as placas tem um desempenho parecido a de uma Nvidia GTX 1660.

Agora se você encontrar uma placa das séries 5600 e 5700, saiba que elas rendem muito!

Após de se certificar de seu estado de uso, é uma boa compra. Mas aviso, dificilmente você as encontrará no mercado de usados.

De todas as opções citadas acima, a Nvidia GTX 1660 (de preferência modelo Super ou TI) tem um ótimo custo beneficio para minerar Ethereum.

placas de video

Como o fim da mineração de Ethereum parece estar próximo (já foi adiado algumas vezes), a placa RTX 3060 TI é uma das melhores opções devido a sua versatilidade.

Afinal, esta placa consegue minerar outras criptomoedas além da Ethereum com uma rentabilidade boa.

De acordo a tabela de rentabilidade do site Juliano Caju, a 3060 TI tem o melhor payback minerando a criptomoeda Conflux.

Montando sua Rig de Mineração

rig de miniração

Com as peças listadas neste guia, podemos montar uma rig de mineração contendo de 3 a 5 placas de vídeo.

Quantidade de placas de vídeo a ser utilizada dependerá bastante da placa-mãe e principalmente da fonte de alimentação escolhida.

Como exemplo cito a minha “rig de mineração” com duas placas de vídeo GTX 1660 sendo alimentadas por uma fonte de 500w.

Como as duas placas não passam dos 120w, eu posso adicionar mais duas que ainda estarei na margem de segurança.

Lembre-se, não ultrapasse 70% de carga da fonte!!!

A recomendação acima é devido a não sobrecarregar a fonte, pois além do esforço excessivo que a fonte fará por 24 horas/dia, o consumo de energia será maior.

Quanto mais carga você puxar da fonte, menos eficiente ela fica.

Portanto, levando a recomendação ao pé da letra eu não posso utilizar mais do que 4 placas de vídeo GTX 1660.

Com 4 GPUs, meu computador passaria a consumir cerca de 240w somente das placas de vídeo + outros componentes (placa mãe, processador, memória, HD…)

Ou seja, somando tudo, o consumo do meu computador pode ultrapassar os 300w, me aproximando assim do limite de carga recomendado.

Sendo assim, ao montar a sua rig de mineração leve em conta primeiro o quanto sua placa de vídeo consome.

Após isso, compre a fonte de alimentação adequada.

Por exemplo, ao usar a Nvidia RTX 3060 TI, placa com melhor custo benefício, saiba que cada uma consome cerca de 170w.

Logo a fonte de alimentação mínima para um computador com 3 GPUs 3060 TI é uma de 1000w

Utilizando placas-mãe com menos de 10 anos dificilmente você terá problemas com a quantidade de placas de vídeo.

Se pretende utilizar muitas placas (mais do que 4), é interessante buscar uma placa-mãe nova.

Definida a placa de vídeo, fonte de alimentação e placa mãe, você já pode começar a montar seu computador.

Os problemas que você terá na montagem será a alocação das GPUs, dependendo da quantidade é interessante a compra de um gabinete específico.

E o outro ponto é quanto a alimentação das placas de vídeo. Ao utilizar mais de uma resolvemos o problema com o adaptador Riser.

Mas fica o cuidado com os cabos de energia para alimentar as placas e alimentar os risers. A dica aqui é evitar o uso de alimentação sata.

cabo de alimentação Sata
Não use esses adaptadores para alimentar nem sua GPU nem seu Riser!!!

Procure sempre usar adaptadores PCI-Express. Se ficar na dúvida de como fazer a ligação dos risers e das placas de vídeo, o vídeo abaixo pode te ajudar:

Passo a passo para você começar na mineração de criptomoedas

Após montar o computador, você tem algumas opções de sistemas operacionais para minerar criptomoedas.

Você pode usar Windows ou Linux e instalar os programas necessários para mineração ou, instalar um sistema operacional próprio para esta tarefa, chamado de Hive OS.

Neste passo a passo mostrarei a forma mais fácil de começar, que é utilizando o sistema operacional Windows mais um software do site Nicehash.

Vamos lá?

Passo a passo de como minerar criptomoedas usando a Nicehash

Primeiro você precisa se cadastrar no site https://www.nicehash.com. Após o cadastro você irá:

  • Clicar na aba Mineração
  • Clicar em “Adicionar mineiro ou ASIC”
  • Irá abrir uma tela com algumas opções. Você irá escolher NiceHash QuickMiner
  • Faça o download do programa (quickminer)
  • Após clicar em download (ou descarregar) irá aparecer uma tela agradecendo o download e um endereço com vários caracteres. Copie este endereço

Para instalar o NiceHash Miner, você precisa clicar duas vezes no arquivo NiceHashQuickMinerInstaller.exe baixado anteriormente.

Agora basta seguir as etapas no instalador. O instalador criará um atalho em sua área de trabalho.

Após a conclusão da instalação, o NiceHash Miner será iniciado automaticamente.

Adicionando a pasta do NiceHash Miner na lista de exceções do Windows Defender

Muitos programas antivírus podem interferir no funcionamento adequado do NiceHash Miner.

Portanto, adicione o NiceHash Miner à lista de exceções do seu antivírus.

Se usa o Windows Defender, há uma maneira bem fácil de adicionar o programa à lista de exceções dele:

  1. Abra o NiceHash Miner
  2. Clique em Notificações (canto alto direito da tela)
  3. Procure por “Adicionar exceção no Windows Defender
  4. Clique em “adicionar exceção”

Usando Nicehash pela primeira vez

Ao iniciar o Nicehash pela primeira vez, sua única obrigação é de inserir o endereço com vários caracteres copiados do site no campo “Endereço da carteira – Wallet Address”.

nicehash

Ao adicionar o endereço, quando você começar a minerar na Nicehash ela saberá quem é você e seus ganhos já poderão ser debitados.

Caso ainda tenha dúvidas de como instalar e começar a usar o programa da Nicehash, o vídeo abaixo pode te ajudar.

Alguns pontos sobre o vídeo:

  • Por volta dos 8:00~8:20s do vídeo, Denny fala sobre ter que deixar um tempo o computador ligado para ver resultado. É verdade, mas não é tanto tempo assim. (Costuma levar 5~10 min para estabilizar, depende da sua placa de vídeo)
  • Você pode parar o minerador para jogar (hoje tem uma função que o minerador reconhece o software Steam, parando automaticamente)
  • No vídeo é mencionado o uso do software Msi Afterburner. Faça o download dele e do software GPU-z.

Sobre os softwares mencionados acima, um é para você conferir qual é a sua placa de video (GPU-z) e o outro é para ajusta-la para obter um melhor desempenho (mais dinheiro e consumir menos energia).

Pulo do gato!

Rodar o programa de mineração sem um ajuste na sua placa de vídeo, é sinônimo de alto consumo de energia e baixo rendimento na mineração.

Exemplo: Quando fiz o primeiro teste de mineração seguindo o passo a passo do vídeo acima, minha placa de vídeo GTX 1660 consumiu por volta de 97 e 99w e rendeu 5 reais brutos no dia.

Lembrando que apenas a placa de vídeo consumiu os 97~99w, ok?

Após estudar e fazer alguns ajustes na placa de vídeo, meu computador inteiro passou a consumir 97w e render cerca 8 a 9 reais/dia.

Sendo assim, não deixe de fazer os ajuste na sua placa de vídeo!

Como ajustar sua placa de vídeo?

Primeiro você precisa saber qual é a sua placa de vídeo. Caso não saiba, use o programa GPU-z.

Seu uso é bem tranquilo. Basta fazer o download e executar o programa. Após a execução, ele abrirá uma tela com informações da sua placa de vídeo.

Agora sabendo qual é a sua placa, você precisará do programa Msi Afterburner.

Não vou abordar o processo de instalação do Msi Afterburner, mas saiba que a sua instalação não foge dos “next, next, finish”.

No vídeo abaixo, você pode conferir como usar o programa para ajustar melhor sua placa, aumentando seu rendimento e economizando em energia.

Cuidado com o consumo de energia!

Caso você não tenha um wattímetro ou tomada inteligente, você pode ter uma estimativa de quanto vai gastar de energia usando o software GPU-z.

Este programa informará o consumo da sua placa de vídeo. Sabendo o quanto consume sua placa, você pode colocar mais uns 40~50w do restante do PC.

O meu PC com duas placas de vídeo, consome cerca de 160w

Sabendo o consumo total, basta dividir por 1000 (meu caso, 0,16Kwh) e multiplicar pelo tempo de uso. Se deixar 24h, vai ser 24x o resultado da conta anterior.

Aqui 24 x 0,16 = 3,84Kwh.

Se deixar ligado os 30 dias por 24h: 3,84 x 30 = 115,2Kwh. A conta de energia aqui já considerando a bandeira de escassez, dá R$1,10 por Kwh.

Logo vou pagar R$ 126,72.

Se as duas placas renderem em média 20 reais dia, no mês você tira 600 reais menos o valor de energia.

Lucratividade da mineração em 2022

Eu comecei a minerar no terceiro trimestre de 2021. Nesta época a mineração de criptomoedas estava bem lucrativa.

Afinal, era possível obter mais de 6% ao mês.

Com o meu primeiro investimento de 3 mil reais, estava obtendo de lucro líquido cerca de R$ 240,00.

Com isso, no mês seguinte investi mais 2.500 reais e lucrei no mês cerca de 400 reais.

Em Novembro de 2021, já vislumbrava um retorno sobre o investimento de 12 meses!

Mas ai veio 2022 jogando um balde de agua fria. Tanto que meu computador voltado para a mineração de criptomoedas ficou desligado por mais de 20 dias.

Pois eu não achei interessante mantê-lo ligado no zero a zero.

Como o Bitcoin e demais criptomoedas voltaram a valorizar em meados de Março/2022, voltei a minerar.

Hoje o meu lucro diário está na casa dos 4 reais/dia – 120 reais/mês.

Isso fruto das desvalorizações das criptomoedas e do dólar, que também contribui para um menor rendimento.

Caso queira aprender mais sobre o assunto, recomendo o livro Mineração de criptomoedas para leigos: os primeiros passos para o sucesso.

livro Mineração de Criptomoedas

Neste livro você verá os tópicos abordados neste texto com mais exemplos, com mais informação.

Recomendo!

Criptomoedas que podem ser mineradas

No geral, qualquer moeda que utiliza o processo de Proof of Work, a prova de trabalho que vimos no inicio deste texto, pode ser minerada através do seu computador.

Também vimos que o Bitcoin passou a utilizar máquinas específicas para sua mineração, não sendo mais uma opção para minerar com GPU.

Mas, ainda temos criptomoedas cuja a mineração é lucrativa. A principal delas é a Ethereum.

Segunda maior criptomoeda em capitalização de mercado, o processo para minerá-la é relativamente simples.

Principalmente ao utilizar a Nicehash.

Outras criptomoedas que podem ser mineradas em 2022 são:

  • Conflux
  • Ergo
  • Ravencoin
  • Dogecoin
  • Beam
  • Flux

Caso a Ethereum deixe de ser minerada usando a prova de trabalho, as criptomoedas mais promissoras para tomarem seu lugar são Ergo, Ravencoin, Flux e Conflux.

Como minerar criptomoeda pelo celular?

minerar criptomoedas celular

Infelizmente, minerar criptomoedas não é mais possível usando seu celular.

Mesmo que você tenha um celular com um bom processador, tanto Google quanto a Apple baniram apps cuja função seja minerar usando seu dispositivo.

Você pode baixar apps para auxilia-lo com a mineração de uma máquina remota, como o Hive OS, Nicehash…

Mas utilizar o seu celular para minerar criptomoedas não é mais permitido. Ao ir na Google Play Store, tente encontrar os apps MinerGate e Bitcoin miner.

Você verá que a loja não traz estes aplicativos.

Caso ache na internet, saiba que há um grande risco de você comprometer seu smartphone com vírus.

Como minerar bitcoins?

como minerar bitcoin

Conforme contei sobre as diferentes maneiras de minerar criptomoedas, vimos que a única opção é comprar uma máquina específica para minerar Bitcoin.

Ou seja, um dispositivo comumente chamado de máquina ASIC.

Esses dispositivos só podem minerar Bitcoin, mas são altamente eficientes ao fazê-lo.

Eles são tão eficientes que sua introdução por volta de 2013 tornou todos os outros tipos de dispositivos de mineração de cálculo obsoletos quase que do dia para a noite.

Sendo assim, se você deseja minerar com seu computador, precisará procurar outras moedas.

Embora seja possível utilizar seu computador para minerar Bitcoin, ele o fará em um ritmo tão lento que é apenas perda de tempo e eletricidade.

Ou seja, não compensa.

Vou te explicar o porquê não compensa. Em 2013, a melhor placa de vídeo disponível pouco antes do surgimento dos ASICs, a AMD 7970, produzia 800 milhões de hashes por segundo.

Agora, um ASIC médio produz 100 trilhões de hashes por segundo. Uma diferença de 125.000 vezes!

O número de hashes produzidos em um segundo é comumente chamado de “taxa de hash” e é uma importante medida de desempenho para dispositivos de mineração.

Caso opte pela mineração de bitcoin, tenha em mente três fatores que devem ser considerados ao comprar um dispositivo de mineração Bitcoin.

  • Um deles é o consumo de eletricidade, medido em watts. Entre dois dispositivos que produzem o mesmo número de hashes, aquele que usa menos eletricidade será mais lucrativo.
  • O outro fator é o custo unitário de cada dispositivo. Não faz sentido comprar o ASIC mais eficiente do mundo se ele leva mais de 10 anos para se pagar por meio da mineração.
  • Como estas máquinas consomem bastante energia, não é viável sua utilização em uma casa pequena. Afinal, você precisará além de espaço e uma boa refrigeração, um cabeamento elétrico específico para sua máquina.

Enfim, é preciso fazer um estudo minucioso para ter certeza se vale a pena minerar bitcoin.

No meu caso, nem é preciso tanto estudo assim. Afinal, não estou disposto a pagar mais de 7 mil dólares em uma máquina que só funciona para minerar Bitcoin.

Prefiro pegar esse dinheiro e montar um computador para minerar. Se este investimento der errado, eu posso utilizar o computador para outra tarefa.

Ou até mesmo revende-lo. Venda bem mais simples do que vender uma máquina ASIC.

See ya!

Fonte: How to mine cryptocurrency?
Fonte: How to mine bitcoin?
Fonte: Nicehash Miner User Guide

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments