Distribuindo os FIIs: Diversificação de fundos imobiliários

Como está a sua diversificação de fundos imobiliários?

Recentemente realoquei meus fundos imobiliários para próximo da diversificação desejada. Assim que recebi os rendimentos, comprei quem estava faltando, diminui posição de quem estava com percentual elevado e aumentei quem precisava.

Dessa forma, minha carteira ficou assim;

diversificação de fundos imobiliários

Ainda não está da forma que penso, mas já melhorou bastante frente ao que estava.

Infelizmente acabei não pegando a imagem da distribuição anterior, mas lembro que a carteira estava com déficit na categoria escritórios, fundos híbridos e desenvolvimento residencial.

Também estava com uma alta exposição em shoppings e fundos de papel.

Dessa forma diminui minha posição em ABCP11, VISC11 e zerei a posição em KNCR11. O sobrevivente fundo de agência bancária BBRC11 também foi liquidado.

Com a grana dos rendimentos mais o dinheiro das vendas acima, coloquei na carteira o fundo TGAR11 (aposta) e HGRU11.

O restante da grana serviu para aumentar participação em MFII11, RECT11 e SDIL11.

Agora é estudar se vale a entrada de mais um fundo de hospital ou se fico apenas com o NSLU11.

Como fazer a diversificação de sua carteira de fundos imobiliários?

Bom, sabemos que “all-in” no mundo dos investimentos não é uma estratégia nada boa. Logo precisamos cuidar da diversificação e os fundos imobiliários também entram no jogo.

Conforme foi visto acima, eu acredito que encontrei a diversificação “ideal” para meus objetivos.

A minha carteira está visando mais rendimentos do que valorização. Se você visa o contrário, esta alocação não irá lhe atender.

Enfim, mas como fazer sua alocação de fundos imobiliários?

Vá para o site mundofii e clique em categorias. Irá abrir uma página com todas as categorias de fundos imobiliários disponíveis hoje.

diversificação de fundos imobiliários
Fonte Imagem: MundoFii

Uma carteira bem diversificada precisa ter os seguintes setores;

  • Escritórios
  • Agências bancárias
  • Galpões Logísticos
  • Shoppings
  • Desenvolvimento Residencial
  • Hospital
  • Fundos de Papel

Da lista acima, a categoria de hospital pode muito bem ser pulada. Possui poucos ativos e geralmente os fundos são mono imóvel, que conforme visto no post como escolher fundos de tijolos, não é uma boa ideia se expor a ativos tão concentrados.

Mas como a sua participação em minha carteira é de 10%, aceito correr o risco. Além do mais, meu yield on cost está em 0,80% a.m. 😀

Já a categoria de agências bancárias pode muito bem entrar em sua carteira. Eu resolvi exclui-las devido as mudanças que o setor bancário está sofrendo.

Pode ser um exagero de minha parte, mas vejo que as agências no médio prazo diminuirão bastante. E o que esses fundos irão fazer com os imóveis?

Pinterest


See ya!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
1 mês atrás

Obrigado pela dica! Eu ainda gosto de agências e mantenho o BBPO. Até hoje não engoli o oba-oba de logística. Acho importante ter exposição, mas historicamente os dividendos sempre foram um dos menores.
Abraço

1 mês atrás

Investidor Inglês,

Muito bom o seu post.
Eu ainda não conhecia o site MundoFII. Gostei da dica!

Com a queda na renda devido a pandemia, a diversificação entre os setores tornou-se mais importante ainda.

Um bom final de semana!

29 dias atrás

Post bacana, investidor inglês! Seu post ajuda a comprovar a importância da diversificação.
Tomei algumas providências também mas foram mínimas. Só reduzi um pouco a exposição no FIGS.
Depois confere lá no meu post:
https://windmateus.blogspot.com/2020/10/carteira-ze-batalha-de-fiis-impacto-da.html