Os “obstáculos” para a independência financeira

Depois de decretar aqui o “fim da independência financeira“, texto no qual soou bastante como um desabafo meu, hoje vou pontuar meus erros e supostos “obstáculos” que me abriram os olhos para tal constatação.

Afinal, o caminho não é uma linha reta.

Quais são os “obstáculos” para a independência financeira?

obstáculos para a independência financeira

O principal empecilho para se conquistar a independência financeira é renda. Não adianta achar que ganhando 5 mil reais por mês você vai conquistar a IF.

Não vai.

Sozinho com essa renda, você consegue aportar (e bem dependendo da localidade). Contudo, dificilmente esse valor te levará a decretar independência ainda jovem.

Se sozinho já é uma missão árdua, imagina criando uma família?

Portanto, para conseguir a IF ainda jovem, lá pelos 40 anos, você precisa buscar aumentar sua renda ano a ano.

Caso contrário, se juntará a mim.

Lembre-se, a “mágica dos juros compostos” só se dá com o tempo. Assim, muito tempo…

Logo quem terá que fazer a mágica é você.

Ao perceber isso, eu comecei discretamente a correr atrás de mais dinheiro. Afinal, estava com 32 anos e minha renda apenas “empatava” com a inflação ano a ano.

Primeiro, após estudar um pouco sobre as vending machines, montei um plano para instalar uma máquina no mercado perto de casa.

Ao ouvir um “não” deste mercado, acabei não buscando nem um outro lugar, encerrando assim minha primeira tentativa de renda extra.

Após isso, tentei explorar minha própria atividade. Trabalho com TI e quem é da area, sabe que há muitas oportunidades por ai.

Por um período, até consegui uma pequena renda extra. Aqui não deslanchou pois acabou esbarrando no meu emprego atual. Conflito de horas, falta de tempo…

Quase que em paralelo, também avancei em obter renda extra do mercado financeiro. De todas as minhas tentativas, essa é a única que ainda exerço.

Pois também tentei (melhor, pensei pois não saiu do papel) revender produtos de tecnologia, investir em sites (tento até hoje, mas sem afinco), mineração de criptomoedas…

Enfim, dessas tentativas, hoje vejo que não me dediquei “de cabeça” em praticamente nenhuma delas.

Quase todas morreram após a euforia inicial de todo projeto.

Além de não conseguir mais receitas, meu orçamento doméstico começou a ser castigado pela inflação e aumento da família.

Ou seja, menos dinheiro para investir.

Aqui é um ponto que chamo de “obstáculo”, mas que na verdade pode ser um combustível para você deslanchar.

Você pode encarar sua família como um obstáculo ou como um combustível. Está em suas mãos.

obstáculo
Fonte imagem: Linkedin

See ya!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
10 meses atrás

De fato buscar a IF ainda jovem relativamente jovem (<40 anos) é sonho possível apenas a partir de uma classe média alta.
Quanto a questão da família é complicado, no meu caso não tenho família e percebo que isso me possibilitou arriscar mais por não ter ninguém dependendo de mim. Por outro lado acho que um casamento pode ser benéfico para as finanças, basta não se casar com uma âncora.
Abraços.

QSR
10 meses atrás

Investido inglês, o texto vai ter uma próxima parte? Fiquei com a impressão que ele acabou do nada rs

Leo
10 meses atrás

Nao sou da área, mas as vezes penso em buscar aprender algo na área de TI para fazer renda extra. Tem alguma área que vc acha mais interessante para freelancer?

9 meses atrás

Interessantes os seus pontos investidor inglês.

O Bastter comenta sobre isso em seus conteúdos, ele fala que a busca pela tranquilidade financeira deve sempre estar aliada ao desenvolvimento pessoal, o que te levará a ganhar mais e com isso, aumentar os seus aportes.

9 meses atrás

Investidor Ingles, situacao parecida por aqui: tentando em paralelo empreender e/ou obter renda extra no merc. financeiro.

Se quiser pode “roubar” uma das minhas 50 ideias de negocio: https://www.trendsetconsulting.com/pt/page/78605

do mesmo site de onde “defendo” a estrategia passiva de investimentos: https://www.trendsetconsulting.com/pt