CIEL3 4T19: Será que melhorou?

E começa as rapidinhas sobre os resultados do quarto trimestre de 2019. E inauguramos a série com o 4T19 da CIEL3.

Esta ação figurou há um tempo em minha carteira. Mas acabei zerando posição.

Você pode as ações que terão uma rapidinha aqui

CIEL3 Resulado 4T19



Vamos tirar a poeria das análises fundamentalistas? Confesso que por ficar um tempo sem praticar, algumas coisas acabo esquecendo.

Contudo, estas rapidinhas me ajudam a se situar rapidamente. 😀

Sem delongas, ao abrir o balanço referente ao 4T19 da CIEL3, vamos direto para a Demonstração do Resultado nas DFs Consolidadas.

Nesta página temos uma visão de como anda sua produtividade. Para isso, basta montar sua margem bruta.

Logo temos;

  • 2019: 50%
  • 2018: 61%

Eita!

Começamos a análise com uma bela queda na produtividade. Da mesma forma que vimos no segundo e terceiro trimestre.

E isso ocorreu devido a queda na receita somado com o aumento nos custos.

Xii…

Agora vejamos o EBITDA. Para isso, anote os valores do Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos, também conhecido como EBIT.

Depois vá para a página Demonstrativo de Fluxo de caixa. Nela anote os valores de Depreciação e amortização.

Some-os e você chegará no EBITDA.

Se seguiu os passos acima, percebeu que o EBITDA da Cielo caiu.

E caiu bem, pois nas contas chegamos a 50% de queda na comparação com 2018.

Com isso, seu lucro operacional, caiu praticamente 40% entre os períodos.

E quanto a geração de caixa da Cielo?

Vamos ver como se saiu o indicador FCL CAPEX, cara que nos mostra o quanto a empresa gerou de dinheiro após descontado o investimento em imobilizado e intangível.

Para chegar neste indicador, você precisa ir até a página Demonstração do Fluxo de Caixa. Anote os valores do Caixa Líquido Atividades Operacionais e Aquisição de imobilizado e intangível.

Voltando, com os valores anotados, basta soma-los e chegaremos ao FCL CAPEX. O da Cielo ficou assim;

  • 2019:  –407.107 
  • 2018:  –578.914

Depois que passou a ser mais agressiva no mercado, a CIEL3 não gerou mais caixa. E isso com certeza deve impactar suas reservas.

Portanto, vamos até o Balanço Patrimonial Ativo ver se isso se confirma. Nesta página, observe que o caixa da Cielo subiu 11%  na comparação com ano anterior.

É, não se confirmou. Deixo essa para os experts em Cielo responder.

E quanto a sua dívida?

Endividamento

Na página Balanço Patrimonial Passivo, temos uma noção das dívidas da empresa. E isso se dá através dos Empréstimos e Financiamentos.

Some-os e chegará na dívida bruta da empresa. Para chegar na dívida líquida, basta subtrair a divida bruta da soma entre caixa e aplicações financeiras vistas no balanço patrimonial ativo.

Se seguiu os passos até aqui, notou que a divida bruta da empresa subiu na comparação entre 2018 e 2019 cerca de 22,5%.

Entretanto, vejo que diminuiram um pouco as dividas de curto prazo e aumentaram as de longo. Com os juros praticados hoje, faz sentido não?


É, a guerra das máquinas fez a Cielo agir. Mais uma vez vemos isso em seu balanço. A empresa que outrora era referência em geração de caixa, passou a queima-lo para enfrentar a guerra das máquinas.

*Isso se minha analise estiver correta.

CIEL3 4T19

Apesar do resultado ruim, eu confesso que esperava números piores. Principalmente em seu caixa.

Claro, a divida liquida negativa deu uma bela redução (cerca de 600 milhões).

Porém, eu achava que já neste quarto trimestre veríamos o começo da corrosão de suas reservas.

Não custa lembrar que isso é apenas um estudo inicial, passando longe de ser recomendação de compra/venda!

See ya!


4
Deixe um comentário

2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of

Essa maldita está na carteira com preço de 22/share 🙁

Simplicidade e Harmonia

Será que a Cielo conseguirá passar por um turn around positivo assim como ocorreu com a Mglu, considerando que é controlada por empresas tão fortes e sólidas?