Relatos de um pai de primeira viagem…

São 15 horas de um Domingo tranquilo e abafado. Minha filha acabou de dormir e assim consegui um tempinho para usar meu PC.

A ideia de escrever um post contando sobre a experiência de ser pai não é de agora. Já comentei em outros posts sobre isso. Enfim.

O título do post não era bem esse, mas preferi simplificar do que ficar procurando um nome mais adequado. Pois quando se é pai, você aprende rápido que quando surge tempo livre, você deve aproveita-lo como se não houvesse amanhã.



Principalmente no inicio de vida do seu filho, onde todo cuidado é pouco.

Assim, isso se você for um pai que ao ver seu filho acordado não consegue ficar muitos minutos longe dele. Contudo, você pode deixa-lo com a mãe (santa mãe) e ficar fazendo o que bem gosta.

Sinceramente eu não recomendo fazer isso. Primeiro pois ficar com seu filho te traz momentos únicos e sensações nunca vividas. É impressionante como as emoções vão para um outro nível.

E segundo, deixar tudo nas costas da mãe não é nenhuma boa ideia. Vai por mim.

Já vi em alguns posts blogosfera a fora de pessoas que não querem ser pai. Portanto, se você não quer mudanças grandes em sua vida, não seja. Pois tudo muda, especialmente você.

Por mais introvertido que seja, aquele lance de querer ficar só, no seu canto, acaba. Assim, não é que acaba, mas deixa de ser sua prioridade 1.

As vezes você até quer ter seu tempo, mas ao ver aquele olhar e principalmente sorriso, essa vontade vai embora.

See ya!


8
Deixe um comentário

4 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of

Investidor Inglês,

Gostei do seu relato. Parabéns pelos 5 meses da sua filha!

Olá Investidor,
muito legal o seu relato. Eu só não entendi o “vai por mim”…rsrsrs

Abcs.

“Pois tudo muda, especialmente você”.
Tenho dois e posso garantir. Ter dois muda mais do que ter um.
Eu não me vejo sem ser pai, mas tenho a impressão de que muitos homens ou não querem ou não estão preparados para assumir as responsabilidade dessa mudança a que se referiu.

Se quiser ser pai e manter a vida de antes, é melhor nem começar.

E só está começando. Mudanças maiores virão.

Anônimo

Continue com a série …