Fórmula Mágica 2021 e o que vem por ai!

Começo 2022 relembrando o quão boa foi a carteira fórmula mágica em 2021.

Antes de atualizar meu estudo sobre a fórmula mágica de Joel Greenblatt, vou resumir neste texto o que a carteira me entregou ano passado.

Fórmula Mágica de Joel Greenblatt – 2021

Caso seja sua primeira vez por aqui no blog, há tempos falo sobre essa tal de fórmula mágica.

Se não a conhece, recomendo fortemente ver meu post onde relato a experiência de utilizar a fórmula mágica de Joel Greenblatt no Brasil.

Também não deixe de ler seu livro, onde a nova edição de 2020 está bem legal.

livro Fórmula Mágica de Joel Greenblatt (nova edição)

Mas assim, resumidamente, a fórmula mágica consiste em avaliar ações utilizando apenas dois indicadores.

Vocẽ pode usar o famoso P/L e ROE ou EV/EBIT e ROIC. Nos estudos optei pela última dupla.

Motivo?

Conselho retirado do próprio livro.

Entretanto, se você comparar os rankings entre os indicadores, verá que não tem muita diferença.

Agora que você já sabe que a fórmula consiste em ranquear as melhores ações através de dois indicadores, muito provavelmente deve estar questionando esse método.

Eu ainda questiono!

Porém, resolvi acompanhar de perto essa fórmula de escolher ações e assim ter um julgamento mais real da coisa.

Depois de te contar que com apenas dois indicadores formamos uma carteira de ações, fica difícil acreditar que pode dar certo, não?

Mas em 2021 deu super certo!

Afinal, batemos a marca de 45% de rentabilidade!

fórmula mágica em 2021

Até Maio a carteira apresentou uma rentabilidade bem expressiva. Depois note que nem fórmula mágica, IBOV e ETF se safou.

Ao menos em Dezembro conseguiram recuperar.

Alterações para 2022?

Parece loucura mexer em time que está ganhando, certo?

Mas ando pensando seriamente em;

  • Limitar o número de empresas do mesmo setor na carteira.

Note que minha carteira não passa de 8 ações. Logo ter mais de um representante do setor não faz muito sentido.

Não sei quanto rendeu o setor de varejo, mas acredito que os números não foram bons.

Assim, imagina o estrago que mais de um representante causaria na carteira?

O contraditório é que a carteira de 2021 teve duas representantes da construção civil. (ETER3 e CYRE3)

Uma salvou a carteira e a outra lutou bastante para atrapalhar.

Enfim, algo para pensar até o dia 10/01/2022, data da primeira troca de ações de 2022.

Devo investir usando esse método?

Em 5 anos de estudo, os resultados até aqui foram muito bons.

Contudo, não saia correndo após ler este texto ir montar sua carteira baseada nesta fórmula.

Eu após conhecer este método proposto por Joel Greenblatt, fiz o seguinte:

  • Após ler seu livro, montei uma carteira fictícia para acompanhamento
  • Acompanhei o método sem colocar dinheiro algum por 3 anos
  • Em 2020, resolvi alocar uns 2% do patrimônio na fórmula mágica.

Assim, você pode perfeitamente pegar seu dinheiro e montar uma carteira de ações baseado nessa fórmula agora mesmo.

Não precisa ficar 3 anos ou mais acompanhando para depois investir de fato.

Tendo plena consciência que você pode perder dinheiro, perder para o IBOVESPA…

Enfim, investindo sabendo que pode perder, tranquilo, pode aplicar seu dinheiro utilizando este método.

Eu por ora estou bem feliz com a fórmula.

Mas eu recomendo fortemente que você leia o livro antes de se aventurar com a fórmula mágica.

Entender o método e como segui-lo é fundamental para seu sucesso.

See ya!

5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
7 meses atrás

Olá II,

Interessante seu relato, pretendo estudar esse método nesse mês de janeiro e começar igual você com 2%.

Você pretende aumentar o percentual de investimento nessa FM?

Abraços,

Urso
7 meses atrás

Resultado expressivo!

Sucesso para 2022 e nos anos vindouros!

Confesso que suas atualizações da carteira FM é uma das que mais aguardo na blogosfera rs
Em 2021 comecei a fazer meus próprios estudos e simulações da fórmula, por exemplo, uma carteira pelo P/L ROE e uma pelo EV/EBIT ROIC, com inclusão do fator dividendos, com aportes mensais…