SQIA3 4T19: Resultado anual da Sinqia!

Após uma pausa nas análises referente aos balanços do quarto trimestre, vamos ver como se saiu o 4T19 da SQIA3.

Você pode as ações que terão uma rapidinha aqui

SQIA3 Resultado 4T19

Como é de praxe, começo a análise fundamentalista pela Produtividade da empresa. Portanto, vamos começar abrindo o balanço referente ao 4T19 da SQIA3 para montarmos ela.

Após abrir, vamos direto para a Demonstração do Resultado nas DFs Consolidadas.

Nesta página temos uma visão de como anda sua produtividade ao montar sua margem bruta.

E para chegar nesse indicador, basta você dividir o resultado bruto pela receita. Logo temos;

  • 2019: 33%
  • 2018: 37%


Começamos com o primeiro indicador negativo. Para ser mais exato, a produtividade da Sinqia caiu 11%. E isso devido aos custos que subiram bem (31% entre 2018 e 2019).

Já as receitas também subiram. Contudo, menos que os custos (23% a mais de receita na comparação com 2018)

Agora vejamos como se saiu o EBITDA. Para isso, anote os valores do Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos, também conhecido como EBIT.

Depois vá para a página Demonstrativo de Fluxo de caixa. Nela anote os valores de Depreciação e amortização.

Some-os e você chegará no EBITDA.

Se seguiu os passos acima, percebeu que o EBITDA da Sinqia caiu 14% na comparação com o 2018.

Já seu lucro operacional caiu 30% entre os períodos.

E quanto a geração de caixa da SQIA3?

SQIA3 4T19 resultado anual sinqia 2019

Vamos ver como se saiu o indicador FCL CAPEX, cara que nos mostra o quanto a empresa gerou de dinheiro após descontado o investimento em imobilizado e intangível.

Para chegar neste indicador, você precisa ir até a página Demonstração do Fluxo de Caixa. Anote os valores do Caixa Líquido Atividades Operacionais e Aquisição de imobilizado e intangível.

Caso não tenha visto, publiquei os resultados de RAIL3, SAPR4, CIEL3, GRND3, USIM5, MGLU3, PETR4, VALE3…
Confira aqui no blog!

Voltando, com os valores anotados, basta soma-los e chegaremos ao FCL CAPEX.

Logo temos…

  • 2019:  -295.230
  • 2018:  -82.094

Novamente, a empresa não fez dinheiro. Se já conferiu minha análise fundamentalista SQIA3, reparou que a empresa ainda não gera caixa.

Agora vejamos como andam suas disponibilidades financeiras. Para tanto, vamos ao Balanço Patrimonial Ativo.

Nele some caixa e aplicações financeiras. Se fez isso, notou que o caixa da empresa subiu belos 1301,79%!

Endividamento

Na página Balanço Patrimonial Passivo, temos uma noção das dívidas da empresa. E isso se dá através dos Empréstimos e Financiamentos.

Some-os e chegará na dívida bruta da empresa. Para chegar na dívida líquida, basta subtrair a divida bruta da soma entre caixa e aplicações financeiras vistas no balanço patrimonial ativo.

Se seguiu os passos até aqui, notou que a divida bruta da empresa cresceu e bem ao anotar 476% de alta na comparação com 2018.

Contudo, devido ao aumento de caixa, a divida líquida da empresa segue negativa. Ou seja, a empresa tem grana para pagar todas suas contas e sobra!


Mais um balanço difícil de analisar hein? E tem mais um ponto que não costumo abordar porquê sozinho não significa muita coisa. O lucro líquido. Ele veio negativo em 2019. A Sinqia reportou um prejuízo de -4.5 milhões.

Além da queda nos lucros resultando em prejuízo, tivemos queda na produtividade, EBTIDA…

Geração de caixa? Bom, isso ela não gera mesmo.

De destaque podemos dizer que apesar de todo esse cenário de números ruins, a divida da empresa segue totalmente controlada. (Lembra, a sinqia tem divida liquida negativa)

É isso, sem mais comentários. Aguardo alguém com mais conhecimento sobre a empresa comentar o resultado.

Não custa lembrar que isso é apenas um estudo inicial, passando longe de ser recomendação de compra/venda!

See ya!

0 0 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments