E se o FGTS acabar, como fico? O que acontece com o Trabalhador?

Depois de perguntar dias desse o que você faria caso o governo libere o saque do FGTS, vi em alguns comentários opiniões acerca do fim do FGTS, que ele não deveria existir, e também opiniões pontuando que isso afetaria os trabalhadores, pois eles perderiam esse dinheiro.

Logo vou contar o que acho desse tema.

Lembrando que meus conhecimentos em economia são bem rasos. Assim, não se surpreenda se encontrar erros crassos, no popular, besteiras gigantes.

E se o FGTS acabar? O que acontece com o Trabalhador?



Respondi em um comentário lá no post sobre o que fazer caso possa sacar o FGTS, que em minha visão otimista, caso o FGTS acabe cerca de 90% das empresas não repassarão o valor que transferem todo mês para o trabalhador.

Talvez, continuando com a visão otimista, as grandes empresas incorporem o valor no salários de seus colaboradores.

Já quanto pequenas e médias empresas, tenho seríssimas dúvidas desse repasse. Acredito que a maioria embolse essa provisão.

Logo, trabalhadores dessas empresas ficariam sem esse dinheiro.

Nada bom não?

Infelizmente para nós empregados é assim. Se a empresa não tem mais a obrigação de tal despesa, esquece, você não mais a vê.

E não falo isso sem conhecimento. Veja, depois que reduziram bem a ação de sindicatos, o Investidor Inglês e mais seus colegas de trabalho sequer viram a correção anual dos salários pela inflação.

Detalhe, a correção acontecia sempre no mês de Maio. Logo por não serem mais obrigados, estão adiando (segundo eles) esse ajuste.

Triste né?

Mas vejamos outro ponto.

O lado bom do Fim do FGTS

Bom, estamos colocando esse assunto mas sabemos que a chance de acabar com o FGTS é quase zero. Interessante que o Bolsonaro disse esses dias que enxerga como ruim a multa do FGTS. Mas é só um comentário, aprovar tal medida está galaxias de distância da realidade.

Logo voltando para nosso jogo de ficção, encaro como positivo o fim desse direito do trabalhador para justamente as pequenas e médias empresas. Acredito que tal medida daria um certo fôlego para elas.

Pois teriam recursos para melhorar, baixar preço…

E mais, essa medida ajudaria e muito quem pensa em empreender. Logo, acabar com o FGTS fomentaria os negócios!

E fomentando os negócios, surgem os empregos!

Depois disso, o trabalhador que ficou sem o direito do FGTS, pode quem sabe conseguir um emprego com melhor remuneração, ou mesmo ganhar um aumento do lugar em que trabalha.

O lado ruim do Fim do FGTS

Porém, o que contei acima não funcionaria no curto prazo. Assim demoraria para o trabalhador recuperar o que perdeu.

Se recuperar…

See ya!


16 comentários em “E se o FGTS acabar, como fico? O que acontece com o Trabalhador?”

  1. Como a possibilidade de acabar o FGTS é remota acho que deveria ter primeiro portabilidade entre as instituições .Invés ficar só na caixa, deixa na caixa por padrão mas quem quiser poderia levar pro banco que bem entender isso poderia gerar concorrência e melhorar a remuneração.
    Segundo, liberar para investimentos em bolsa ou RF e fundos de investimento.
    Terceiro usar esse dinheiro como garantia em empréstimos e financiamentos, inclusive podendo capturado para pagar dividas, acho que esse ultimo melhoraria a concessão de empréstimos e reduziria a inadimplência que no fim teria um efeito positivo na economia.

    Responder
    • A remuneração é devido a caixa? Tenho minhas dúvidas se liberar mudaria isso.

      Se não me engano, teve uma época que o trabalhador poderia alocar não sei se tudo em Vale e Petro. O porquê deixou de ser possível não sei.

      O terceiro estaria condicionado ao trabalhador poder sacar o FGTS a hora que quiser. E isso o governo não quer

      Responder
  2. O Brasil tem caracterísiticas muito próprias, não dá pra saber ao certo os lados bons ou ruins, tudo é muito vago.
    Na verdade creio que estruturalmente não mudará muita coisa. Quem for mais responsável provavelmente tentará quitar ou dimunuir dívidas. Não faltam brasileiros endividados.

    Responder
  3. O que o trabalhador no Brasil precisa hoje é de emprego (milhões ainda estão sem emprego), principalmente, e depois melhora das condições de trabalho e aumento de salário, e não desses "penduricalhos".

    Veja o exemplo do FGTS. É depositado em uma conta mal remunerada, que não repôs nas últimas décadas nem mesmo a inflação. Como é usado? O trabalhador pode "financiar" um imóvel, contraindo mais dívidas, com juros relativamente altos, receber a quantia quando é dispensado sem justa causa, com multa (já recebe seguro desemprego, e a multa poderia ser mantida a título de indenização), ou quando se aposenta, com uma perda gigantesca do montante, corroído pela inflação.

    O salário é constitucionalmente irredutível (em regra, artigo 7º, inciso VI), se acabar o FGTS, a solução seria integrá-lo ao salário. O que é melhor para o trabalhador? Empregadores também vão agradecer, a burocracia desnecessária se transforma em produtividade e lucros. Já não há tanta diferença entre as taxas dos imóveis financiados comercialmente ou no SFH, e essa diferença tende a diminuir ainda mais com a redução dos juros.

    http://antipoda.com.br

    Responder
    • Olá Maurício,

      Eu enxergo dessa forma também. E para integrar o FGTS ao salário, só por meio de intervenção. Como disse, deixar isso a mercê dos empresários não funcionaria.

      E sobre as taxas de financiamento dos imóveis, apesar da pouca diferença hoje em dia, as construtoras já deram um claro sinal que não largam o osso do FGTS.

      Responder
  4. É meu caro II, capitalismo é isso. Nenhum patrão vai ser bonzinho com seus funcionários se no final de cada trimestre o único que conta é o lucro a ser reportado para o mercado. Vivo isso todo trimestre e quem se iludir em pensar o contrário é por que realmente vive no mundo da lua. Abcs

    Responder
    • Então Chinaski, eu acredito que possa ser melhor no médio e longo prazo. Pois acabando com esse direito, melhora as condições para quem quer empreender. E isso no médio/longo prazo ajuda o trabalhador.

      Afinal, mais empresas, mais empregos.

      Responder
    • Somos todos crianças crescidas, sempre precisando da tutela do Papai Estado pra nos proteger.

      Que tal deixarmos nossa segurança, nossa saúde e nossa educação nas mãos do Estado também? Com certeza ele sabe o que é melhor pra nós e vai cuidar melhor do nosso dinheiro para nos proporcionar tais fins. Opa…

      Responder
    • Anônimo,

      Infelizmente conseguiram colocar isso na cabeça de muitos brasileiros. Muitos mesmo. Acham que o estado é a solução para seus problemas. Depositam toda esperança em uma vida melhor nas mãos de políticos que mal sabem de sua existência.

      Logo quebrar essa mentalidade vai tempo… E bota tempo nisso.

      Responder
  5. O Brasil é o único país do mundo onde os trabalhadores conseguem comemorar e defender até mesmo perda de direitos para não contrariar o seu viés político ( não estou me referindo a este post). Todos nós sabemos que o fim do FGTS seria uma merda para o trabalhador e para o mercado imobiliário em geral.

    Responder

Deixe um comentário