AGRO3 Análise Fundamentalista: Mais um estudo do…

AGRO3 Análise Fundamentalista. A Brasil Agro é a nova integrante da carteira fórmula mágica conforme mostrei no post desta semana.

Sendo assim, vamos entender melhor essa empresa através de seus balanços.

Mas antes…

Quem é AGRO3?



AGRO3 é o código na bolsa de valores da empresa Brasil Agro.

Como uma imagem vale mais que mil palavras, confira o que faz esta empresa na imagem abaixo.

Quem é AGRO3

Fonte Imagem: Brasil Agro

Após conhecermos um pouco da empresa, vejamos seus números.

AGRO3: Análise fundamentalista

Quem acompanha o Investidor Inglês sabe que costumo trazer nas análises fundamentalistas aqui do blog dados como Lucro, Receita e Dívida Líquida. Assim como alguns outros números.

Hoje no entanto, farei uma análise novamente utilizando os conceitos vistos no livro;

Quanto ao livro, recomendo e muito sua leitura!

Compre através do link acima ou clicando na imagem e ajude o Investidor Inglês com algumas balas. 😁😁😁

Neste livro, Mille o autor, nos mostra como analisar empresas utilizando apenas 4 indicadores. Eles são;

P/VPA, ROE, P/L e Dividendos.

Sem contar os quatro pontos que Mille ensina para analisarmos uma empresa. Os pontos são;

Governança, Geração de Caixa, Produtividade e Endividamento.

Merchã feito, vamos começar a análise da AGRO3 pela produtividade.

Produtividade AGRO3

Mille pede para pegarmos o balanço da empresa e começar pelo DRE – Demonstração de Resultado.

No DRE começamos pela receita líquida, que geralmente vem escrito no balanço como;

  • Receita de Venda de Bens e/ou Serviços.

Precisamos verificar se este item está crescendo, ou seja, se a empresa está conseguindo aumentar suas vendas. Olhando para o balanço da AGRO3, vejo que sua receita líquida está subindo.

Veja;

  • Receita em 2018: 384.061 
  • 2017: 184.238
  • 2016: 135.155

Depois de observar a receita líquida, Mille pede para analisarmos o CPV – Custo de Produto Vendido. Mille explica que se o custo estiver subindo conforme a receita sobe, isso é um bom sinal de produtividade da empresa.

Claro, o CPV tem que subir menos que a receita. Caso contrário, indica problemas.

E o CPV da AGRO3 está assim;

  • 2018: -228.319
  • 2017: -136.362
  • 2016: -134.714 

Note que no caso da AGRO3, seu CPV vem subindo junto com sua receita, diferentemente da QUAL3 que vimos ontem, onde seu CPV vem caindo.

Assim, a AGRO3 está em linha com o que o Mille ensina no livro. Ou seja, a AGRO3 está aumentando seu custo e em contrapartida está recebendo mais.

Após essa breve análise, Mille diz que a margem bruta nos diz se a empresa ganhou ou não produtividade.

Para encontrar a margem bruta, divida o resultado bruto pela receita líquida. Para encontrar o resultado bruto você subtrai a receita líquida pelo CPV.

Portanto, temos as seguintes margens da AGRO3

Margem Bruta

  • 2018: 40,55%
  • 2017: 25,99%
  • 2016: 0,33%

Olhando agora, concluímos que a AGRO3 ganhou produtividade. Depois disso Mille comenta sobre o EBITDA.

Mille explica que a margem EBITDA mostra o lucro operacional como um todo. Vejamos como se saiu a AGRO3;

AGRO3 Análise Fundamentalista

No quadro acima observamos que a AGRO3 também aumentou seu lucro operacional.

Para não estender a análise neste ponto, vamos a um pulo do gato que o Mille fala sobre as empresas de Buy and Hold (B&H).

Mille nos diz para olharmos o Resultado Financeiro, item que você encontra na DRE das empresas. O “pulo do gato” é que esse indicador nas empresas de B&H estão positivos ou pouco negativos.

Porém, adianto que é preciso ler o livro para entender melhor essa dica. Até por isso não vou me estender por aqui.

Geração de Caixa…

Aqui, Mille diz ser o ponto principal para analisarmos a saúde financeira da empresa. Vejamos como anda a geração de caixa da AGRO3 com o gráfico abaixo;

geração de caixa Brasil Agro

No quadro acima vemos que o lucro por ação da empresa deu um belo salto de 2017 à 2018.

Já o FCL Capex por ação, que tenta demonstrar o quanto a empresa gera de caixa por ação, fez o inverso, caiu bem de 2017 à 2018.

FCL Capex é o Fluxo de Caixa Operacional menos o Capex. Caso não saiba, Capex é a soma dos investimentos em Intangíveis e Imobilizados. Estes dois você os encontra em Fluxo de Caixa no balanço da empresa.

Também não me estenderei por aqui. Mille diz que não há um padrão para verificar isso nas empresas, pois cada uma opera de um jeito.

Esta parte do livro é bem interessante. Leia!

Endividamento

Este ponto eu costumava verificar no site do Bastter. Mas ele retirou do quadro o indicador que verificava. Agora para não assinantes aparece apenas a dívida líquida.

agro3 gráfico endividamento

Mas graças a planilha que o Aportador Financeiro disponibilizou, consigo esses dados.

Interessante a bela queda da divida líquida/EBITDA. Em 2016 esse indicador estava bem alto. Outro ponto interessante da AGRO3, é que sua liquidez corrente no período de 2016 à 2018 sempre esteve acima de 1.

Caso não saiba, o indicador liquidez corrente diz o seguinte,

  • Se for maior que 1, mostra que a empresa consegue pagar suas dívidas de curto prazo. 
  • Menor que 1 indica que a empresa pode ter problemas caso todas suas dívidas de curto prazo sejam cobradas. 

Governança

Este item é a parte subjetiva da análise. Este item demanda um acompanhamento prolongado por parte do investidor.

Mille recomenda acompanhar os webcasts, e principalmente, verificar se a empresa chega próximo ao prometido em seus Guidances.

Não verifiquei a governança da Brasil Agro seguindo os passos acima. Mas uma forma de acompanhar “de longe” esse item, é verificando se a empresa entrega uma rentabilidade se não maior ano a ano, pelo menos estável.

agro3 análise fundamentalista

Conforme imagem acima, notamos que a AGRO3 melhorou e bem seus números.

Conclusão

Os números da Brasil Agro são interessantes. Vemos que ela melhorou sua produtividade assim como seu lucro operacional vem subindo. E a empresa também está com a dívida controlada.

Porém, sua geração de caixa caiu em 2018 ao olharmos para o indicador FCL Capex/Ação.

Apesar disso, também acredito ter sido uma boa indicação da fórmula mágica de Joel Greenblatt assim como a QUAL3.

Só não sei se o Investidor Inglês aqui compraria essa ação para si. Talvez eu analisasse mais alguns dados passados.

Não sei…

E você, o que achou da AGRO3?


Não custa lembrar que isso é apenas um estudo inicial, passando longe de ser recomendação de compra/venda!

See ya!


6 thoughts to “AGRO3 Análise Fundamentalista: Mais um estudo do…”

    1. Investidor, nos relatórios da empresa eles sempre colocam a avaliação das terras, tanto feitas por eles com feitas por auditoria (lembrando que no balanço vai o preço histórico, que é muito abaixo do que vale atualmente). Tanto AGRO3 quanto SLCE3 fazem isso, só não lembro se fazem todo trimestre ou só no anual.

  1. Obrigado pelos seus posts. Você conferiu a questão judicial que existe com essa empresa?
    Tem uma lei que trava muito a compra de terras agrícolas por estrangeiros. Ela tinha sido 'revogada' por uma decisão em SP, que foi anulada pelo STF. Então parece que está valendo atualmente (a agro3 tem maioria das ações de estrangeiros e se qualifica como uma estrangeira). A empresa é ótima, mas eu tenho bastante receio quanto à questão judicial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.