Quanto dinheiro para ir a Europa? E algumas impressões sobre o Velho Mundo!

Lindo dia em Paris…

Depois de incríveis 10 dias de viagem pela Europa, estou de volta. E passo aqui apenas para deixar registrado algumas coisas. E uma delas é sobre quanto dinheiro você precisa para ir a Europa.

Você se surpreenderá, pois não é nada de outro mundo.



Também deixo algumas observações rápidas, detalhes dessa viagem você pode ver no link acima. Logo, vamos ao primeiro ponto.

Quanto dinheiro é preciso para ir a Europa?

De bate e pronto, não é preciso ganhar rios de dinheiro para fazer essa viagem. Nope! Não! Definitivamente não é! Falo por experiência própria.

Não vou entrar na questão salários, mas sim em quanto poupar para essa viagem. Se você consegue poupar a partir de uns 400 reais mensais, em dois anos você faz uma PUTA VIAGEM!

Desculpe a expressão, mas é sério, poupando por 2 anos a quantia acima você vai para a Europa e conhece várias cidades! Ou caso queira um número fixo…

10 mil reais.

Esse é um valor satisfatório para você conhecer Paris, Roma, Amsterdam… Nossa, se souber fazer bom uso do dinheiro, você conhece muita coisa legal.

Basta planejamento.

*Lembrando que esse é um valor individual.


Para se ter uma ideia, eu e a sra Inglês gastamos ao todo 15 mil reais. 15 mil nos permitiu visitar 3 países, 5 cidades. Em casal, o bom é que você divide as diárias da hospedagem, isso ajuda a economizar uns trocados.

Ambulantes são universais

É, cidade grande, turística, não escapa dessas figuras. Paris está lotada deles. Milão vi em alguns pontos assim como Bérgamo. Nas outras cidades não me recordo.

É preciso estudar Inglês para ir a Europa?

É, não estou com aquela moral de usar a alcunha inglês não hehe… Me virei no velho mundo, mas vi que preciso voltar a estudar.

Porém não se assuste. Com um inglês intermediário você viaja relativamente tranquilo pela Europa.

Italianos são legais

Essa foi para o Inglês aqui não abrir a boca antes do tempo! Antes de chegar na Itália mencionei que li na internet que os caras não se esforçam para ajudar, que não são muito receptivos…

Ledo engano!   

Resultado, fui zoado a estadia inteira na Itália.  😅😅😅

Leopay é era incrível!

Esse cartão de débito funcionou MUITO BEM em todas as cinco cidades que fiquei na Europa. Utilizei tanto para pagar quanto para sacar dinheiro sem problema algum. Pena que cancelaram seu uso para nós brasileiros como bem conto aqui.

Conclusão

Comecei meu relato sobre o quanto dinheiro para ir a Europa pois foi interessante a reação das pessoas ao saber de minha ida para lá. Vi na expressão de alguns tipo;

Nossa, esse inglês ganha bem hein! 


E não é o caso. Como comentei, basta ter planejamento.

Idiomas você se vira, ainda mais com aplicativos de tradução que tem aos montes. Mas fica a dica de estudar alguma coisinha que seja do idioma do pais que irá. Você perceberá que a conversa muda quando se começa no idioma deles.

E ai, já foi para o Velho Mundo?  Deixe suas impressões de lá nos comentários.

See ya!


20 comentários em “Quanto dinheiro para ir a Europa? E algumas impressões sobre o Velho Mundo!”

  1. Você é Europeu, Inglês. Pra você a Europa é o quintal de casa…
    Brincadeira á parte, deve ser interessante mesmo esse tipo de viagem. Nunca saí do Brasil, mas quem sabe um dia não faça uma viagem dessas.

    O que acho da Europa? Há muita pobreza aparente? Se sentiu seguro lá?

    Responder
  2. Eu achava que viagens eram super caras , mas colocando como um custo mensal da pra conhecer bastante lugares , fui pro sul por 7 dias ficou 4k tudo ou seja media 170 por mês desda minha ultima viagem pelo nordeste. Agora resolvendo umas pendencias ano que vem vou pra Europa mais como vou ficar bastante tempo quero levar uns 20k 6+- das passagens e 14 pros passeios já que moradia eu tenho onde ficar a custo ZERO .

    Responder
  3. II, é isto aí.
    Eu como sou adepto a viajar e alugar tipo apartamentos com cozinha, apesar de mais trabalhoso ter que cozinhar, é uma maravilha… pode ir ao supermercado, feiras, padarias como os locais, preparar as coisas no apartamento e comer maravilhosamente…só o fato de não comer em restaurantes o tempo todo, é uma baita economia. E apesar do euro nas alturas frente ao real, aqui na Europa comida é muito barato!

    Um abraço
    @[email protected]

    Responder

Deixe um comentário