Remessa via Bitcoins – Envie dinheiro para o exterior!

Eis que hoje fico sabendo das novas do nosso amigo Banco Central. De acordo ao comunicado nº 31.379, de 16/11/2017não são mais permitidas transferências internacionais usando Bitcoin.

Nós brasileiros, devemos enviar dinheiro usando as instituições autorizadas. Ou seja, perdemos a mamata…

Bom, na verdade o Investidor Inglês aqui não conseguiu, conforme você verá mais adiante. E, agora graças ao BC, não conseguirei mesmo! Valeu Banco Central! Não queria mesmo…



Quanto aos amigos que se beneficiaram dessa estratégia, sinto muito!  Lembra que o estado não quer concorrência certo?

Enquanto era permitido, tentei enviar uma remessa de dólares para a DriveWealth usando Bitcoins. Infelizmente a remessa não foi bem sucedida. Faltou um detalhe, um pequeno detalhe para que meu plano de dominar o mundo desse certo.

Uma conta bancária no exterior!

Remessa via Bitcoins: Enviando dinheiro ao exterior!

remessa bitcoins

Segui o roteiro passado pelo blog Cabeça de Bogle. Veja abaixo;

  • Enviar dinheiro para uma exchange;
  • Comprar Bitcoins;
  • Enviar os Bitcoins para a Lykke;
  • Transformar os Bitcoins em Euros
  • Enviar para o banco N26;
  • Do banco N26 para a corretora DeGiro.

Cansou? É, eu também! 😀😀😀

Brincadeira a parte, é um procedimento tranquilo de fazer. No meu caso, ficou assim;

  • Enviar dinheiro para uma exchange;
  • Comprar Bitcoins;
  • Enviar os Bitcoins para a Lykke;
  • Transformar os Bitcoins em dólares;
  • ?;
  • Enviar para a DriveWealth.

Está se perguntando o porquê da interrogação ali? Então, eu enviei os dólares da Lykke direto para a corretora. Ou seja, pulei a etapa de enviar para uma conta em meu nome.

E essa etapa é fundamental para a conclusão da remessa.

Após converter os bitcoins em dólares, fiz o envio com destino a corretora. Durante o tempo estimado do depósito, troquei e-mails com a Lykke para tirar algumas dúvidas.

E fica aqui registrado meus parabéns a essa fintech. Responderam minhas perguntas com uma boa agilidade e resolveram meu erro sem nenhuma intervenção minha.

Congrats Lykke!

É bom anotar ai! A Lykke não envia seu dinheiro para conta de terceiros.   

Conclusão

Para concluir o processo de enviar dinheiro usando bitcoins, é imprescindível ter uma conta no exterior. Pesquisarei como abrir uma conta lá para enfim utilizar esta estratégia. Agora eu tenho uma conta na Leupay e até já contei minhas impressões sobre o cartão dela aqui.

Já que meu plano de enviar dólares usando os bitcoins foi por água abaixo, manterei essa criptomoeda como ativo em meu patrimônio.

Assim, adiciono a minha estratégia atual comprar periodicamente bitcoins e mais alguma outra criptomoeda.

See ya!


14 comentários em “Remessa via Bitcoins – Envie dinheiro para o exterior!”

    • BPM,

      A variação do BTC, e o ágio aqui são os maiores problemas. Em uma rápida simulação, vejo que mesmo com os problemas acima, compensa esse trabalho para enviar valores até 100 dólares. Passando disso, ai já não compensa

      Responder
  1. O maior problema é que nas exchanges brasileiras o Bitcoin está custando quase 20% mais caro do que o preço em dólares. Estou até pesquisando como transformar reais em dólares para comprar criptomoedas em alguma exchange no exterior e reduzir meu custo.

    Abraços!

    Responder
  2. Ainda uma criança nesse assunto, estou em um grupo do Slack sobre Bitcoins mas não comento, só observo e aprendo. Agora com seu blog também irei acompanhar e buscar aprender mais sobre o assunto, que me interessa muito.

    Poderia quando possível colocar mais links úteis sobre o assunto e/ou blogs relacionados?

    Adicionei seu blog ao blogroll, comecei também um blog de finanças recentemente e espero ajudar e aprender muito com os amigos.

    Abraço.

    Responder

Deixe um comentário